Rakitic lamenta espaço perdido no Barça, mas afirma: “Farei o possível para mudar a situação”

Outrora titular absoluto do time catalão, Rakitic virou reserva nesta temporada

Bruno Romão
22 anos, estudante de Jornalismo, amante da escrita, natural de Campina Grande (PB) e um completo apaixonado por futebol. Contato: bruno.romao.nascimento@gmail.com

Crédito: Divulgação/Barcelona

A chegada de De Jong aliado ao bom desempenho de Arthur acabaram fazendo o croata virar suplente no Barça. Apesar de ter algumas sondagens na temporada passada, o meia optou por permanecer e agora quer recuperar sua posição na equipe de Valverde. Servindo a seleção de seu país, ele falou em coletiva de imprensa sobre o assunto.

“Está sendo difícil, porque quero jogar e não só ser parte da equipe. Farei todo o possível para tentar mudar a situação. Ainda tenho dois anos de contrato e não há lugar melhor para jogar que o Barcelona, o melhor clube do mundo, mas necessito jogar e não só desfrutar de passeios pela cidade e pela praia”, declarou.

Você conhece o canal do Torcedores no YouTube? Clique e se inscreva!

Além disso, Rakitic revelou que tinha a opção de deixar o clube, algo que não foi feito. Sendo assim, fará o possível para recuperar a preferência do treinador catalão no Barça.

“Falei com pessoas do clube e todos sabiam que eu tinha outras opções. Quero lutar para que a equipe me veja preparado para jogar”, acrescentou.

Por fim, o croata rebateu as acusações de que não queria jogar mais pela seleção.  Isso porque ele pediu para não ser convocado enquanto definia seu futuro.

“Foi doloroso para mim ler e ouvir que não queria jogar pela seleção. Não é certo. Ninguém tem maior desejo do que eu e mais amor pela Croácia. Eu não estava 100% do que estava acontecendo (fechando o mercado) e não queria estar de mau humor com meus colegas. Eu pensei que era melhor para mim e para a equipe tentar limpar minha mente e me preparar 100%”, sentenciou.

Tendo sido novamente convocado, Rakitic estará presente no grupo que enfrenta Hungria e País de Gales, pelas Eliminatórias da Eurocopa.

LEIA MAIS