Rally: Dupla brasileira fatura o tri-mundial no Deserto do Saara

Os brasileiros Reinaldo Varela e Gustavo Gugelmin conquistaram o título mundial após fecharem a última etapa do Rally do Marrocos na frente da dupla russa

Rodrigo Nascimento
Colaborador do Torcedores

Crédito: Foto: Marian Chytka

Chegou ao fim nesta quarta-feira (09) a 20ª edição do Rally do Marrocos, prova que valeu como última etapa da Copa do Mundo de Rally Cross-Country, competição que reúne os melhores pilotos e equipes internacionais em provas no estilo Dakar.

Você conhece o canal do Torcedores no YouTube? Clique e se inscreva!

E o Brasil conquistou o inédito terceiro título no Mundial, com a dupla Reinaldo Varela e Gustavo Gugelmin, após uma emocionante recuperação ao longo dos cinco dias de corrida,  e consolidarem a vitória na categoria T3 (UTVs) nesta quarta-feira a bordo do Can-Am Maverick X3 da equipe Monster Energy.

O inédito tricampeonato mundial veio após os rivais diretos dos brasileiros na luta pleo título, os russos Fedor Vorobyev/Kirill Shubin, terminarem apenas em quinto na corrida disputada hoje, quando apenas a vitória poderia dar o título a eles.

O primeiro lugar de hoje se soma às vitórias de Varela e Gugelmin obtidas no Qatar e Cazaquistão. Eles também obtiveram um segundo lugar nos Emirados Árabes.

“Todo mundo apanhou muito nesse rally, que foi exigente demais. Os acidentes foram uma constante, por que tanto o roteiro quanto o trajeto foram radicais em termos de dificuldade. Mas se fosse fácil não teria o valor que tem”, disse Reinaldo Varela, dono de 35 títulos nacionais e internacionais.

“Foi um rally para sobreviventes e equipes extremamente entrosadas e eficientes. O Gustavo foi sensacional, perfeito na navegação do começo ao fim – e isso teve um peso enorme, fez muita diferença pra gente. E o desempenho do nosso carro também foi impecável, sempre muito equilibrado e com respostas potentes em todas os momentos que precisamos. Enfim, a equipe está de parabéns, foi tudo perfeito”, completou.

Gugelmin declarou que o foco e a cautela que orientou a campanha da dupla no início da prova de hoje, foi dando lugar a uma atitude mais ousada: “Chegamos aqui precisando somente de dois pontos para o título, mas a gente sentiu que podia buscar mais e não desperdiçamos, vencendo dois dos cinco dias de competição. O Reinaldo foi muito eficiente e veloz, realmente é um piloto de um nível incrível. Mais do que feliz, fico honrado por ter um parceiro como ele. Especialmente por que sei que ainda vamos conquistar muita coisa juntos”.

Agora a dupla brasileira terá foco total em seu próximo compromisso: o Rally Dakar, que será disputado nos dias 5 a 17 de janeiro de 2020. Confira abaixo a classificação final do Rally do Marrocos:

1) Reinaldo Varela/Gustavo Gugelmin, Can-Am Maverick X3 – 93 pontos

2) Fedor Vorobyev/Kirill Shubin (Rússia), Can-Am Maverick X3 – 55

3) Camelia Liparoti/Rosa Romero (Itália/Espanha), Can-Am Maverick X3 – 27

4) Casey Currie/Laurent Lichtleuchter (EUA), Can-Am Maverick X3 – 25

5) Sergei Kariakin/Anton Vlasiuk (Rússia), Snag Proto – 25

LEIA MAIS:
Extreme-E anuncia etapa do Ártico na Groenlândia
Extreme-E no Brasil; categoria de SUVs elétricos confirma prova no Pará