Raoni Barcelos pede lutas no UFC e afirma estar sedento para voltar: “vou passar por cima”

Lutador deseja enfrentar  John Dodson ou Thomas Almeida. Raoni Barcelos acumula três vitórias no UFC e deseja logo voltar ao octógono

Jéssica De Paula Alves
Jornalista amapaense migrada em Belo Horizonte (MG). Nascida em março de 1990, é gremista e adora esportes desde a infância. Faixa branca em jiu-jitsu, também é fã de rock e ama unir suas paixões.

Crédito: Reprodução/Facebook

Com um bom desempenho na categoria peso-galo do UFC, o lutador Raoni Barcelos está sedento para voltar ao octógono. E de acordo com informação do site Combate, ele deseja encarar  John Dodson ou Thomas Almeida, ainda neste retorno.

Você conhece o canal do Torcedores no Youtube? Clique e se inscreva!
Siga o Torcedores também no Instagram

Mas apesar do pedido, Raoni frisou que encara a luta que a organização querer. Contudo, está confiante e disparou: “Com todo o respeito, eu vou passar por cima”.

Raoni Barcelos acumula três vitórias no UFC – duas por nocaute e uma por finalização. Sua última luta foi em maio, quando venceu Carlos Huachin no segundo round, no UFC Rio 10

“Tem o Dodson, um cara que já brigou pelo título dos moscas e tem um nome bom. Seria uma luta muito boa comigo. Tem o Thominhas, que é top 15. Falo com todo o respeito a eles, mas seriam nomes que eu já poderia estar enfrentando. O Dodson tem uma movimentação, é muito acelerado ali, seria uma luta bem movimentada. O Thominhas tem bom muay thai, já mostrou para todo mundo e tem vários nocautes. Sou bom em cima também, sou muito melhor no wrestling, acho que poderia trazer um pouco para o wrestling e para o jiu-jítsu. Seria uma boa luta”, avaliou.

Raoni Barcelos estava de olho no UFC São Paulo, marcado para 16 de novembro, no Ginásio do Ibirapuera, entretanto, ficou de fora da edição. O brasileiro lamenta que alguns possíveis adversários estejam evitando enfrentá-lo no octógono, o que dificulta o casamento dos combates.

“Pretendo estar lutando até dezembro no UFC, contra um top 15, 10 ou até top 5. Queria me testar contra os melhores. Sem demagogia, preciso pegar um cara de nome para me testar. Já provei para o UFC que posso chegar, estou com vontade”, disse posteriormente.

LEIA MAIS

Raoni Barcelos enfrenta Said Nurmagomedov no UFC 237