Saiba tudo sobre os grupos do Mundial de League of Legends 2019

A Fase de Grupos do Worlds 2019, o Mundial de League of Legends vai começar, com presenças de SKT, G2, RNG, Fnatic, e outras grandes equipes.

Fabrício Carvalho
Colaborador desde 2015 com matérias e artigos nas editorias Games (E-sports), Esportes Americanos, Automobilismo e Futebol.

Crédito: Riot Games

Neste sábado (11), terá início o evento principal do Campeonato Mundial de League of Legends, com o início da Fase de Grupos.

Serão 16 equipes divididas entre quatro grupos, com representantes das principais regiões do cenário profissional de League of Legends ao redor do mundo.

As partidas da Fase de Grupos serão disputados no formato MD1, em jogos únicos. Avançam para as quartas de final os dois melhores times de cada grupo.

Os times irão enfrentar os adversários de seus grupos em duas oportunidades, com cada equipe tendo seis partidas para serem disputadas.

Grupos

Confira abaixo a disposição dos grupos e algumas expectativas que cada equipe desponta.

Grupo A

  • G2 Esports
  • Griffin
  • Cloud9
  • Hong Kong Attitude

G2 Esports

A maior expectativa no Grupo A está por conta da G2 Esports. A equipe garantiu classificação após ter dominado o cenário europeu e desponta como um dos favoritos do mundial.

Uma das principais dificuldades impostas ao adversário está por conta dos picks secretos, provocando situações inesperadas com escolhas variadas e surpreendentes. O ponto fraco é a inconsistência no meio, com algumas falhas recentes de Caps (Rasmus Borregaard).

Griffin

Outra equipe para ficar atenta são os coreanos da Griffin. O time perdeu o confronto local para a SK Telecom T1, mas ainda desponta como uma ameaça principalmente pelo jogo estratégico do topo Tarzan (Lee Seung-yong).

Cloud9

Os norte-americanos da Cloud9 surgem como terceira força do grupo, com uma diferença considerável das outras duas equipes.

O ponto forte da C9, a conexão do meio com a selva, é utilizada constantemente pelas demais equipes, fragilizando o estilo de jogo. As esperanças ficarão no desempenho individual de Nisqy (Yasnin Dinçer), o melhor mid-laner dos EUA.

Hong Kong Attitude

Por fim, a Hong Kong Attitude chega como uma das surpresas. O time venceu a Isurus Gaming por 3-1 na Fase de Entrada, mas demonstraram vários erros no meio e no topo. A equipe dificilmente conseguirá algum triunfo na Fase de Grupos.

Grupo B

  • FunPlus Phoenix
  • J Team
  • GAM Esports
  • Splyce

FunPlus Phoenix

A melhor equipe chinesa do League of Legends em 2019 busca surpreender no mundial. A FunPlus Phoenix chega com forte favoritismo ao título, principalmente por conta do mid-laner Doinb (Kim Tae-sang), que obtém desempenhos excelentes ao utilizar apenas um Campeão.

Muito do funcionamento da rota do meio é garantido pelo caçador Tian (Gao Tian-Liang). Inclusive, muitos na China consideram ambos como apenas “um jogador”, devido ao forte entrosamento. Foram 14 vitórias e apenas 1 derrota na temporada regular para a FPX.

J Team

Estreante no mundial, a J Team aparece como potencial surpresa. Na temporada local, o time não perdeu e venceu todos os 13 jogos disputados na temporada.

O principal triunfo é o entrosamento da equipe, com os cinco jogadores atuando sem distanciamento no mapa buscando rapidamente os objetivos principais.

GAM Esports

A GAM Esports é outro time campeão que estará integrando o Grupo B. Os vietnamitas passaram por diversas mudanças durante a temporada; a principal foi o retorno de Levi, o jogador mais pago do cenário local.

Apesar do caçador Levi ser o único remanescente de 2017, a filosofia da equipe manteve-se o mesmo, com utilização de fortes estratégias agressivas com muitos abates e rápidas partidas. Porém, muito das críticas à antiga Gigabyte Marines é pautada na previsibilidade.

Splyce

Equipe vinda da Fase de Entrada, a Splyce é a quarta força do grupo. Foi uma das melhores equipes do campeonato europeu nesta temporada com uma filosofia inversa da GAM, utilizando de jogos lentos e demorados, o que poderá acarretar em problemas no mundial.

A principal expectativa está no atirador Kobbe (Kasper Kobberup), por conta de sua estabilidade e consistência contra os adversários demonstrado na temporada diante de partidas muito longas.

Grupo C

  • SK Telecom T1
  • Fnatic
  • Royal Never Give Up
  • Clutch Gaming

SK Telecom T1

Considerando as forças e a trajetória internacional, o Grupo C é considerado por muitos o “grupo da morte” deste mundial. A principal expectativa do grupo está nos coreanos da SK Telecom T1. Antes dominantes, o time busca retomar o topo do cenário mundial e estará no primeiro mundial desde a reestruturação.

Nas eliminatórias da temporada coreana, a equipe foi dominante e conquistou o título sem grandes dificuldades. Faker (Lee Sang-hyeok) voltou e está com números estatísticos acima de temporadas recentes.

A SKT, entretanto, ainda possui fraquezas. O time demonstra dificuldades no topo do mapa, com fraco desempenho e defesa exposta constantemente. Inclusive, durante a temporada, houve uma troca de jogadores titulares com a entrada de Effort (Lee Sang-ho) no lugar de Mata (Cho Se-hyeong).

Fnatic

A Fnatic também está na lista dos favoritos ao título mundial. Um time que acaba rendendo principalmente pelas escolhas do que exatamente pelas linhas. Jax e Bwipo são fortíssimos em carry.

O meio é a rota principal dos europeus, com a presença de Nemesis (Tim Lipovsek). Foram muitos os times na European Championship que perderam jogos ao terem picks erradas contra o mid-laner em duelos diretos.

Royal Never Give Up

Mais uma vez presente no campeonato mundial, a Royal Never Give Up surge novamente como uma as forças de maior potencial, mantendo boa parte da estrutura e estratégias da temporada anterior.

O jogo inteiro passa pela rota inferior, com Uzi (Jian Zi-Hao) impondo o ritmo e as ações da equipe no mapa inteiro. Extremamente agressivo, ele acaba alternando-se nas funções de bot laner e caçador, de acordo com as necessidades, buscando o máximo de ouro possível.

Clutch Gaming

Terceira equipe norte-americana a garantir vaga, a Cluth Gaming chega podendo surpreender os adversários em algumas partidas, principalmente pela presença de um velho conhecido do circuito; o sul-coreano Huni (Heo Seung-hoon).

O top laner coreano, que pertenceu por muitos anos à SKT, estará novamente no mundial. A CG também conta com a profundidade de ações do mapa através do bot laner Cody Sun. Outra qualidade marcante na temporada local foram os triunfos nas Teamfightings.

Grupo D

  • Team Liquid
  • ahq e-Sports Club
  • Invictus Gaming
  • DAMWON Gaming

Team Liquid

Outra presença esperada dentre os oito melhores do mundial está a Team Liquid, os campeões dos Estados Unidos. O time conseguiu o 4º título seguido, com algumas novidades.

O coreano CoreJJ atuando como suporte, e a rota do meio de Jensen, foram fundamentais para aprimorar a performance em relação ao ano de 2018. Nas Teamfights, a TL demonstra muita força e sempre sai com vantagem e Doublelift demonstra domínio na rota inferior.

Desta vez, a Team Liquid desponta como muitos a um dos favoritismos do mundial, justamente por ter atingido o maior nível técnico da história do time.

ahq e-Sports Club

Vice-campeões da LMS 2019, a AHQ não entra no campeonato com muitas expectativas. A equipe possui um estilo de jogo passivo, e em alguns momentos, confuso.

No lado positivo, a presença do jogador Wako é importante e pode surpreender. O atirador foi líder da LMS em Kill Participation e danos causados aos adversários.

Invictus Gaming

Os atuais campeões mundiais retornam para o mundial com alguma expectativa. A Invictus Gaming surpreendeu á todos com o título em 2018 com partidas bastante agressivas e marcantes.

Entretanto, o momento não é o mais favorável para a Invictus Gaming. A temporada começou bem, mas no último Split local (LPL), a equipe sofreu com desempenhos ruins e resultados abaixo do esperado. A classificação para o mundial chegou apenas no Qualifier Regional.

A principal esperança para a IG está na rota superior, com a presença de TheShy, principalmente na utilização de Aatrox.

Damwon Gaming

Apesar de terem chegado através da Fase de Enrada, a DWG desponta com expectativas para o mundial, principalmente pela força do Vladmir de Nuguri, o top-laner.

Eliminatórias

Após o término da Fase de Grupos, serão disputadas partidas Eliminatórias a partir das quartas de final até a grande decisão.

Todas as séries passarão a serem disputadas no formato MD5, sendo vitoriosa a equipe que vencer três partidas no confronto.

Datas

A Fase de Grupos será disputada até o dia 20 de outubro.

As quartas de final nos dias 26 e 27, do mesmo mês.

A fase semifinal será disputada entre os dias 2 e 3 de novembro.

Por fim, a grande decisão será realizada no dia 10 de novembro.

Transmissão

Todas as partidas do Worlds 2019 serão transmitidas ao vivo nos canais oficiais da Riot Games no YouTube e no Twitch. O SporTV Play também transmitirá a competição inteir.a

Na televisão, os canais SporTV transmitirão a decisão ao vivo.


LEIA MAIS

Ronaldinho Gaúcho cria equipe de E-Sports

Foto do Vinícius Jr no PES 2020 é utilizada pelo Google na convocação da seleção