Sampaoli nega propostas da Europa e rasga elogios ao futebol brasileiro: “Vim para aprender”

Comandante do Santos comemorou a vitória contra o Palmeiras na Vila Belmiro e ressaltou que deve continuar na equipe alvinegra na próxima temporada

Rafael Brayan
Apaixonado pelo estudo do esporte mais praticado no mundo.

Crédito: Ivan Storti/ Santos FC

Após a vitória contra o rival Palmeiras, o treinador Jorge Sampaoli descartou a ideia de ter ouvido uma proposta para comandar o Lyon, da França. O técnico do Santos seria o substituto do brasileiro Sylvinho, que deixou o comando da equipe francesa nesta semana.

Futebol de graça e ao vivo por 1 mês? Conheça o DAZN Brasil!

Você conhece o canal do Torcedores no YouTube? Clique e se inscreva!

“Esses comentários pela imprensa não chegaram até mim. Tudo que me interessa hoje é trabalhar para esse grupo de jogadores e o dia a dia. Não penso adiante. Penso no Inter, Atlético-MG, Corinthians… Só podemos pensar no agora. Ajudar esse elenco a ser competitivo”, disse Sampaoli.

Vice-colocado do Campeonato Brasileiro, o treinador do Santos ressaltou o bom nível do futebol apresentado no Brasil. De acordo com Jorge Sampaoli, ele veio para aprender e não causar estranhamento por ser estrangeiro.

“São técnicos nacionais fortes. E eu cresço a cada partida aprendendo com o futebol brasileiro. É um aprendizado estar aqui, vim aprender, não provocar estranhamento. Os não nascidos aqui têm dificuldade e será muito difícil manter esse lugar, mas é pelo que eu vim e hoje estivemos bem depois de uma queda e temos que manter esse nível se todas as equipes não nos passem em um fim de semana”, comentou.

“Torneio muito competitivo, equilibrado, com jogadores incríveis. Essa competição que estou pela primeira vez me fez ver de dentro como o mundo está cheio de brasileiros, seguem saindo jogadores de nível. Interpreto aqui como estabelecer jogo coletivo com jogadores de tanta capacidade. É a minha proposta no Santos e no Brasil, com equipes boas em transição. Torneio é de alto nível. O que eu vejo é muita dificuldade e competitividade, muita viagem, sequência, descanso tem que ser bem coordenado”, elogiou Sampaoli.

LEIA MAIS:

Jorge relata provocações de lateral do Palmeiras e xingamentos de Felipe Melo: “Se transforma em campo”

Santos tem aumento no número de vendas após lançamento do terceiro uniforme na cor negra