Santos pede para que racistas, preconceituosos e xenófobos deixem de torcer para o time

O Santos deu um aviso em todas as suas redes sociais, pedindo para os que tenham tais atitudes não compareçam aos jogos e deixem de torcer para o time

Anderson Lima
Colaborador do Torcedores

Crédito: Twitter Oficial / Santos Futebol Clube

“Você não merece esse clube e não é bem-vindo em nossa casa”. E foi com nenhum alívio ou superficialidade que o Santos Futebol Clube tratou quem seja racista, preconceituoso ou xenófobo em suas redes sociais.

Nesta sexta-feira (18), o Santos publicou um aviso pedindo para que pessoas com tais atitudes não compareçam aos jogos do clube, não seja sócio e não use os produtos oficiais.

Você conhece o canal do Torcedores no YouTube? Clique e se inscreva!

A atitude de desvinculação do clube a tais maus comportamentos aconteceu logo após incidente de injúria racial no jogo contra o Ceará. Na partida, realizada na última quinta-feira (17), o volante Fabinho foi alvo de insultos xenofóbicos e injúrias raciais por parte de torcedores do time paulista na Vila Belmiro.

Na ocasião, o meia Thiago Galhardo relatou o ocorrido, mas não foi registrado na súmula da partida. O presidente do Santos José Carlos Peres entrou em contato com o volante e o presidente do Ceará para reforçar o repúdio do clube às atitudes. Também disse que abriu uma sindicância interna para apurar os fatos.

No dia seguinte ao ocorrido, o Santos veio, em todas as suas redes sociais, com palavras duras a quem pratica tais atos. Confira:

Nossa arquibancada é espaço para quase todos: temos santistas de todas as raças, idades, origens, moradores de todas as…

Posted by Santos Futebol Clube on Friday, October 18, 2019

LEIA MAIS:
“É triste ainda ouvir isso”, repudia Sasha sobre ato racista de torcedores do Santos
Brasileirão: veja os jogadores que retornam de suspensão para a 27ª rodada