Scaloni elogia Argentina após empate contra a Alemanha: “Vi muitas coisas positivas”

O treinador aprovou a performance da seleção argentina, que após estar perdendo por dois gols, buscou a igualdade no placar contra a Alemanha

Luis Felipe Pereira
Colaborador do Torcedores

Crédito: Divulgação/ Argentina twitter oficial

A seleção alemã recebeu a Argentina em amistoso realizado no Signal Iduna Park, em Dortmund nesta quarta-feira (9). A partida, que marcou a reedição da final da Copa de 2014, vencida pelos europeus, terminou empatada em 2 a 2. Os donos da casa saíram na frente com os gols de Gnabry e Kai Havertz no primeiro tempo, enquanto os sul-americanos chegaram à igualdade com Lucas Alario e Ocampos, na etapa final.

Você conhece o canal do Torcedores no YouTube? Clique e se inscreva!

Sem contar com Lionel Messi (suspenso por conta de declarações direcionadas à Conmebol na Copa América deste ano), o técnico Lionel Scaloni optou por não convocar jogadores de River Plate e Boca Juniors, que disputam a semifinal da Copa Libertadores. Desta forma, mandou a campo um time bem diferente do que vinha atuando nas últimas partidas da Argentina.

Apesar do domínio da Alemanha nos primeiros 45 minutos, o comandante da albiceleste destacou a luta de sua equipe e o ímpeto em busca do empate no segundo tempo: “Não jogaram duas Argentinas esta noite, mas no segundo tempo nós não cometemos erros, saímos bem com a bola e jogamos o nosso melhor futebol. Vi muitas coisas positivas. O resultado é secundário, porque a atitude é o mais importante”, disse Scaloni após o amistoso.

O treinador também chamou a atenção para o amadurecimento da seleção argentina no confronto: “Vimos uma Argentina decidida, que sabia o que tinha de fazer. Os jogadores mostraram o seu caráter, num jogo difícil, onde estivemos perdendo por 2 a 0. Nós amadurecemos nesta partida e isso é muito importante”. 

O próximo compromisso da Argentina será diante do Equador em amistoso que acontece neste domingo (13), às 11h (de Brasília).

LEIA MAIS:

Joia da nova geração alemã, Kai Havertz celebra primeiro gol pela seleção: “Sonho com este momento desde criança”