Técnico da Chapecoense detona VAR após derrota para o Palmeiras: “O futebol está caindo em descrédito”

Partida contra o Palmeiras teve nove minutos de acréscimos e o gol da derrota saiu, justamente, aos 54 minutos

Danielle Barbosa
Colaboradora do Torcedores.com.

Crédito: Divulgação/Chapecoense

O técnico da Chapecoense, Marquinhos Santos, não poupou críticas a arbitragem na derrota por 1 a 0 para o Palmeiras, nesta quarta-feira (16), em jogo disputado no Allianz Parque. O foco da reclamação foi a atuação do VAR, que sequer foi utilizado durante o jogo, nem mesmo no lance da expulsão do zagueiro Gum, na etapa final.

Você conhece o canal do Torcedores no Youtube? Clique e se inscreva!
Siga o Torcedores também no Instagram

Em relação à arbitragem, não tem o que comentar, prefiro que a diretoria se manifeste, porque podemos ser punidos, sofrer represálias. Prefiro não comentar”, disse Marquinhos Santos, tentando evitar polêmica. A tentativa, porém, não durou muito tempo e, ao ser novamente questionado sobre o assunto, disparou.

Assim como é a política brasileira, como tem o preconceito e o racismo no Brasil, o futebol está caindo em descrédito. Não tem validade o VAR, porque tem peso de camisa”, criticou o treinador da Chapeconse.

Quem chega e quem sai dos clubes?

 

O comandante da equipe catarinense avaliou a partida do time contra o Palmeiras e lamentou a expulsão de Gum, que na opinião dele foi ‘infeliz’. “Viemos com proposta defensiva, uma organização que não sofremos no primeiro tempo, por mais que não tivesse maior posse de bola. Sabíamos que no segundo tempo o Palmeiras se lançaria e deixaria espaços para contra-ataques. Aconteceu. Aquilo que falei de recuperar a alma, o espírito de guerreiro, isso foi mostrado novamente. O quanto esses atletas competiram. Não é fácil jogar aqui, ainda mais com um a menos, em uma expulsão infeliz, tomada da decisão do árbitro, que na minha opinião seria o máximo um cartão amarelo. Perdemos aos 54 minutos”, completou.

Em situação complicada na tabela de classificação, onde ocupa a última colocação, com 16 pontos conquistados. A equipe tem um a menos que o Avaí, que ainda jogo na rodada. No próximo domingo (20), às 19h (horário de Brasília), a equipe enfrenta o Goiás, no Serra Dourada.

LEIA MAIS:
Felipe Melo dedica gol da vitória do Palmeiras contra a Chapecoense a Alexandre Mattos e Bolsonaro