Vampeta pode ser preso por falta de pagamento de pensão alimentícia

Ex-mulher do pentacampeão do mundo pede mais de R$ 200 mil acumulados de dívidas por falta de pagamento de pensão às duas filhas

Rafael Brayan
Apaixonado pelo estudo do esporte mais praticado no mundo.

Crédito: Reprodução/Facebook oficial do Vampeta

O ex-jogador do Corinthians e da seleção brasileira Vampeta deve receber um mandado de prisão nos próximos dias. A sua ex-mulher, Roberta Soares Galiza, cobra um valor de R$ 200 mil de pensão alimentícia para as duas filhas, de acordo com o jornal Extra.

Você conhece o canal do Torcedores no YouTube? Clique e se inscreva!

Acompanhe as notícias do seu time pelo Facebook

Vampeta terá que pagar o valor nas próximas semanas para que não tenha que ser preso. Advogada de Roberta, Eva Petrella afirmou que o ex-jogador não cumpre com pagamentos desde 2013, quando houve um reajuste do valor.

“O problema é que ele nunca cumpriu a decisão como foi obrigado. Quando saiu esta sentença, ele disse que não pagaria mais nada e não pagou. Entrei com mais dois processos e conseguimos penhorar cotas da empresa que ele tem”, contou ao jornal carioca.

“Ou ele paga ou explica ao juiz por que não pagou. Conseguimos negativar o nome dele no Serasa e que o salário que recebe na rádio em que trabalha seja depositado em juízo. Sabemos que ele pode pagar”, reforçou a advogada.

Vampeta deve R$ 82.068,66 de débitos retroativos de agosto de 2014 a maio de 2015, segundo a publicação. Além desses valores, R$ 86.753,89 de outros meses que ficaram sem pagamentos, enquanto outros R$ 61.893,37 são de dividas desde setembro de 2018. “O problema é que nenhum oficial de Justiça consegue encontrá-lo”, disse a advogada ao Extra.

LEIA MAIS:

Vampeta reivindica “aposentadoria do penta” e revela que entrará com uma ação contra a CBF

Vampeta é apontado por jornal italiano como uma das piores contratações da Inter de Milão