Vôlei de praia: Brasil define duplas olímpicas para Tóquio

Quatro duplas vão representar o Brasil nos Jogos Olímpicos de Tóquio. Vôlei de Praia costuma trazer pódios históricos para o Brasil em Olimpíadas

Aécio de Paula
Colaborador do Torcedores.com.

Crédito: Reprodução/ Instagram: Ágatha Rippel

Não tem mais segredo. O Brasil enfim definiu as suas quatro duplas que participarão dos Jogos Olímpicos de Tóquio no Vôlei de Praia. No naipe feminino, representarão o Brasil as duplas Ágatha/Duda além de Ana Patrícia/Rebecca. Entre os homens, as duplas Evandro/Bruno Schmidt e Alison/Evandro vão tentar manter o ouro olímpico com o Brasil.

Você conhece o canal do Torcedores no YouTube? Clique e se inscreva!

A decisão veio de maneira inesperada. É que mesmo que as duplas brasileiras já estivesses quase definidas, os pontos em disputa diminuíram. Isso porque a Federação Internacional de Vôlei cancelou a etapa de Fort Lauderdale. Assim, com menos pontos em disputa, essas duplas não podem mais ser alcançadas. Portanto, elas já estão garantidas nos Jogos Olímpicos de Tóquio.

Os atletas

Curiosamente, Alison e Bruno, a dupla brasileira que conquistou o ouro em Copacabana se classificou novamente para Tóquio. Mas em duplas separadas. Sendo assim, apenas um deles pode conquistar o bicampeonato olímpico no Japão. Outra que já é medalhista olímpica é a Ágatha. Ela conquistou a prata em Copacabana, no Rio de Janeiro. Mas agora ela está com uma nova parceira, a Duda. Em 2016, ela fez dupla com a Barbara Seixas. Barbara não conseguiu a classificação.

Dos oito atletas, quatro vão fazer suas estreias em Olimpíadas. São eles: Duda, Rebecca, Evandro e Álvaro Filho. Portanto, dá pra dizer que o Brasil vai com uma delegação renovada para os Jogos de Tóquio.

Entre as quatro duplas, a que vai chegar com maior expectativa é a formada por Alison e Álvaro Filho. Isso porque neste momento, eles são a melhor dupla brasileira no ranking internacional. Ocupam a terceira posição geral com 5.640 pontos. A outra dupla brasileira classificada ocupa a sexta posição. Evandro e Bruno Schmidt possuem 5.400 pontos.

No feminino, a dupla brasileira mais bem colocada é a Ana Patrícia/Rebecca, que ocupam o terceiro lugar no ranking mundial (6.320 pontos). Ágatha e Duda estão coladas na quarta posição (6.240 pontos). Portanto a briga pelo pódio está aberta.

As reações

Os atletas falaram o que sentiram com a confirmação da vaga. Alison, por exemplo, não escondeu a felicidade. “O último ano e meio não foi nada fácil, especialmente nesses últimos meses, por toda a pressão. Tínhamos cinco meses para brigar pela vaga e não podíamos errar. Receber a notícia da vaga é especial. Difícil explicar a sensação, o tamanho de felicidade com essa confirmação”, disse o atleta.

Quem também comentou a vaga foi a Ágatha. “Obrigada a todos que estão nesta viagem com a gente. Obrigada família, amigos, patrocinadores, fãs. Mesmo de longe eu acompanho a agustia de muitos fazendo contas. Que orgulho estar dividindo esta empreitada com cada um de vocês”, comemorou a atleta olímpica.

LEIA MAIS

Ágatha/Duda lideram Torneio dos Campeões após mais uma vitória