Zezé Perrella sobre situação do Cruzeiro: “Está caminhando a passos largos para se tornar um Vasco ou uma Portuguesa”

Presidente do Conselho Deliberativo do Cruzeiro, Perrella criticou a atual gestão do clube, que está afundado em dívidas e na tabela de classificação do Brasileirão

Danielle Barbosa
Colaborador do Torcedores

Crédito: Bruna Prado/Getty Images

Após o bicampeonato da Copa do Brasil em 2017 e 2018, o Cruzeiro vive uma situação complicada dentro e fora de campo. Com graves problemas financeiros,administrativos e na zona do rebaixamento do Campeonato Brasileiro, a Raposa parece não ter muita salvação nesta temporada. Em entrevista à TV Alterosa, Zezé Perrella, atual presidente Conselho Deliberativo e ex-presidente do clube, falou sobre as dificuldades da equipe em 2019.

Você conhece o canal do Torcedores no Youtube? Clique e se inscreva!
Siga o Torcedores também no Instagram

“Eu deixei o Cruzeiro equilibrado financeiramente. Construí a Toca da Raposa II e o prédio administrativo sem tomar um real emprestado, além dos 23 títulos (conquistados pela equipe durante sua gestão. E a torcida do Cruzeiro ainda ficava perturbando, chamando a gente de ‘mercantilista’. Mas eu fazia tudo isso para não deixar os salários atrasarem, para deixar o clube equilibrado”, disse Perrella.

“Uma empresa que gasta mais do que recebe está fadada à bancarrota. E o Cruzeiro está caminhando a passos largos para virar, como todo respeito, um Vasco da Gama ou uma Portuguesa, e por aí vai, porque está faltando responsabilidade”, acrescentou.

O Cruzeiro, que soma apenas 21 pontos na tabela de classificação do Campeonato Brasileiro em 24 partidas disputadas, já está em seu terceiro técnico no ano: Mano Menezes deixou a equipe poucas rodadas após a pausa da Copa América, Rogério Ceni foi contratado para substituí-lo, mas foi demitido por problemas de relacionamento com alguns jogadores do elenco.

Agora, o responsável por tentar salvar o time da Série B é Abel Braga, que iniciou o ano no Flamengo – atual líder do Brasileirão.