5 jogadores campeões do Mundial sub-17 com um futuro promissor

Jovens do Brasil, campeões do Mundial sub-17 podem ter pela frente um futuro brilhante e o Torcedores.com separou cinco nomes de destaque

Eduardo Suguiyama
Eduardo Suguiyama é jornalista diplomado pela FIAM (Faculdades Integradas Alcântara Machado).

Crédito: Alexandre Loureiro/CBF

Na noite deste domingo (17), Brasil x México se enfrentaram pela grande final do Mundial sub-17 e a Seleção Brasileira venceu pelo placar de 2 a 1, de virada e de maneira emocionante. Sagrando-se assim tetracampeão da competição e o Torcedores.com fez uma lista de 5 jogadores que tem tudo para brilhar no profissional.

Você conhece o canal do Torcedores no YouTube? Clique e se inscreva!
Siga o Torcedores também no Instagram

Cartão de crédito sem anuidade? Abra sua conta Meu BMG agora!

1 – Gabriel Veron (Palmeiras)

Está em dúvida sobre qual curso de faculdade escolher?

O atacante fez grandes partidas no Mundial sub-17 e foi o jogador mais constante da Seleção Brasileira na competição e não foi a toa que acabou escolhido como o craque do torneio. A tendência é que ganhe oportunidades no profissional de seu time no ano que vem.

2 – Thalles Magno (Vasco)

O atacante do Vasco já é uma realidade, antes de chegar ao Mundial sub-17, Thalles já era titular no Gigante da Colina e com atuações decisivas como no jogo diante o São Paulo, onde infernizou o experiente e vencedor Juanfran.

3 – Kaio Jorge (Santos)

Quem chega e quem sai dos clubes?

 

Outro atacante promissor, é a nova promessa dos Meninos da Vila, que já revelou grandes nomes para o futebol mundial. O centroavante de 17 anos já faz parte do profissional de seu time e deixou o Mundial como artilheiro do Brasil com cinco gols anotados.

4 – João Peglow (Internacional)

O meia do Brasil na competição foi outra grata surpresa, Peglow começou a competição bem com gols e ao longo do torneio mostrou versatilidade com bons passes, lançamentos longos e visão de jogo. Agradou tanto que subirá para o profissional do Colorado em 2020.

5 – Lázaro (Flamengo)

O jovem não foi convocado inicialmente para o grupo da Seleção sub-17 e nem era titular, mas brilhou nos momentos decisivos e mostrou estrela. O atacante do Mengão marcou gol decisivo na semifinal e selou o do título do Brasil na competição.

Extra: Reinier (Flamengo)

O meia do Flamengo estaria nessa Seleção sub-17, mas acabou não liberado para a disputa do Mundial. Reinier é presença constante no time titular rubro-negro e já marcou gols importantes e decidiu jogos.

LEIA MAIS:
Brasil conquista quarto título mundial sub-17; veja a lista atualizada de campeões

Gabigol rebate Dudu e diz que não precisa de torcida rival na final da Libertadores