Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Bahia tem campanha de briga contra o rebaixamento no returno da Série A

Esquadrão tem apenas o 16º melhor desempenho na segunda metade do Campeonato Brasileiro, com três vitórias em dez rodadas, e está cada vez mais longe do G-6 que se garante na Libertadores

Tiago Lemos
Colaborador do Torcedores

Crédito: Felipe Oliveira / EC Bahia / Gilberto não marca há oito jogos.

O Bahia ‘esqueceu’ o bom futebol nas 19 primeiras rodadas do Campeonato Brasileiro. Depois de três derrotas seguidas na Série A, para Ceará, Internacional e Santos, o Esquadrão amarga uma péssima campanha no returno. Com isso, está longe do G-6, objetivo da equipe para esse final de temporada.

Se somou 31 pontos na primeira parte do campeonato, com oito vitórias, sete empates e apenas quatro derrotas, a equipe comandada por Roger Machado tem apenas o 16º melhor desempenho do returno, com dez pontos decorrentes de três resultados positivos, um de igualdade e seis negativos.

Você conhece o canal do Torcedores no YouTube? Clique e se inscreva!

Com 41 pontos no total, o Tricolor ocupa o nono lugar e precisa correr atrás do prejuízo. O Internacional, sexto colocado, já soma 46 pontos. Neste domingo (3), o Bahia vai ao Mineirão enfrentar o Cruzeiro, às 19h, pela 30ª rodada.

Após a derrota para o Santos, na quinta-feira (31), por 1 a 0, o técnico Roger Machado disse que o Bahia precisa voltar a ter prazer de jogar bola. Além disso, o comandante citou a falta de confiança do time durante o jogo.

“Hoje [contra o Santos], a bola queimou no nosso pé, e isso atrapalha tecnicamente o planejamento para a partida. […] Trabalho foi feito para que tivéssemos confiança para sair jogando, mas não aconteceu. Agora, temos que resgatar a confiança desse grupo. É preciso ajustar, mas tem que ter prazer de jogar bola”, explicou o treinador.

Defesa do Bahia caiu de produção

A principal explicação para essa queda de rendimento do Bahia no returno da Série A é o desempenho do setor defensivo. Em dez jogos, o Esquadrão viu suas redes serem estufadas 12 vezes. O número contraria o que vinha sendo feito pela equipe baiana no primeiro turno da competição. O Tricolor somou dez partidas sem ter sua meta vazada e levou apenas 16 gols em 19 confrontos.

Gilberto tem longo jejum de gols

Para piorar, o principal artilheiro do Esquadrão na temporada não balança as redes há oito partidas. Com 11 gols no Brasileirão, Gilberto marcou pela última vez no dia 21 de setembro, na derrota tricolor para o Corinthians. De lá para cá, o clube disputou nove duelos, com três triunfos e nove gols marcados pelos demais atletas.

Esquadrão com desfalques importantes

Para resgatar a confiança, é preciso pontuar diante do Cruzeiro. Mas não será fácil. O volante Gregore recebeu o terceiro cartão amarelo e terá de cumprir suspensão, assim como Ronaldo, reserva imediato.

Com isso, Roger Machado deve formar uma trinca de meio-campo inédita. Além de Flávio e João Pedro, uma terceira peça deve ser confirmada minutos antes do embate em Belo Horizonte. Um dos favoritos é o volante Edson, 21 anos, que atua pela equipe sub-23.

Leia mais:

Brasileirão: veja como estaria a tabela sem VAR após a 29ª rodada

Campeão e artilheiro do Brasileirão? Flamengo pode ‘mitar’ em 2019