Bale se diz mais motivado em jogar por Gales que pelo Real Madrid

Fora das últimas seis partidas dos merengues por lesão, atacante está recuperado e entrará em campo pela seleção duas vezes nos próximos dias

Patrick Monteiro
Repórter do Torcedores com passagens por: jornal O Fluminense (Niterói/RJ) e diário Lance. Comentarista e narrador na extinta Rádio Fluminense AM 540, onde apresentou os programas "Futebol Internacional" e "Jornada Esportiva". Ex-colunista do site Chelsea Brasil. Cobriu, in loco, a Copa do Mundo FIFA 2014, incluindo a grande final (Alemanha x Argentina), entre outros eventos, como Rio Open de tênis, Copa Brasil de Vela e Conmebol Libertadores.

Crédito: Divulgação/Facebook/Real Madrid C.F.

“Está claro que me emociona mais jogar com Gales do que com o Real Madrid”. Essa foi a frase de maior impacto na entrevista coletiva de Gareth Bale nesta sexta-feira (15), em Baku, antes do duelo entre os britânicos e o Azerbaijão, que acontece sábado (16), às 14h (de Brasília), pelas Eliminatórias para a UEFA Euro 2020. 

Você conhece o canal do Torcedores no YouTube? Clique e se inscreva!
Siga o Torcedores também no Instagram

“Conheço a maioria dos meus companheiros desde que tínhamos 17 anos. É como jogar com seus amigos um domingo no parque. É normal. Aqui falo meu próprio idioma e me sinto mais cômodo”, disse o atacante, para depois completar: “Mas isso não muda o que faço em campo. Sempre dou 100% no campo, onde quer que eu esteja, isso é o que eu sempre tento fazer”, frisou. 

Por causa de uma lesão, desde o dia 5 de outubro ele não atua com a camisa madridista. Já são seis partidas ausente no clube da capital espanhola: quatro por La Liga e duas na Champions League. Pela equipe nacional, ele está à disposição para o confronto mais próximo e o seguinte, diante da Hungria, dia 19 (terça-feira), às 16h45 (de Brasília), em casa. 

Quem chega e quem sai dos clubes?

 

“Não sei se jogarei os 90 minutos nas duas partidas. Fiquei quatro semanas me recuperando”, explicou Bale, que afirmou ouvir algumas críticas sobre seu desempenho no Real Madrid sem dar “muito caso”. 

Antepenúltimo colocado no Grupo E, País de Gales soma oito pontos e ainda sonha com a classificação para a Eurocopa. Croácia (1°, 14 pontos), Hungria (2°, 12) e Eslováquia (3°, 10) estão à frente, porém as duas primeiras têm um jogo a mais já concluído.  Seja qual for a camisa que use, o atacante promete esforço máximo no gramado. 

“Estou recuperado. Esta é a equipe em que estou. Quero jogar: com Gales, com o Real Madrid… Para mim, não é um problema. Estou bem e quero dar tudo”, garantiu. 

 

Está em dúvida sobre qual curso de faculdade escolher?

Leia também!

Gabriel Jesus perdeu três dos últimos quatro pênaltis cobrados

Vampeta dá declaração polêmica sobre a final da Libertadores