Brasil vive super sexta-feira no segundo dia do Mundial de Atletismo Paralímpico

Brasileiros garantiram quatro pódios, com duas medalhas de ouro, uma prata e um bronze. Agora, a delegação nacional ocupa o segundo lugar no quadro geral de medalhas.

Carlos Henrique Correia
Colaborador do Torcedores

Crédito: Daniel Zappe/Exemplus/CPB

Nesta sexta-feira (8), no segundo dia do Mundial de Atletismo Palímpico, em Dubai, o Brasil teve um ótimo desempenho, ao todo foram quatro pódios conquistados, dois ouros, uma prata e um bronze. Thiago Paulino, foi campeão no arremesso de peso e Júlio César nos 1500m. O rondoniense Mateus Evangelista garantiu a prata no salto em distância, e a sul-matogrossense Gabriela Mendonça, bronze na mesma prova.

Você conhece o canal do Torcedores no Youtube? Clique e se inscreva!
Siga o Torcedores também no Instagram

Com as conquistas de hoje, o time verde e amarelo terminou o dia como o segundo colocado no quadro geral de medalhas. Na liderança está a China com três ouros, três pratas e um bronze. Em terceiro, a Finlândia e suas três medalhas douradas. No primeiro dia de competição, o Brasil já conquistou um ouro com Rayane Soares nos 400m (T13) e um bronze de Alessandro Rodrigo no arremesso de peso (F11).

Ao todo, a delegação brasileira viajou com 43 atletas que estão entre os 1.400 inscritos de 120 países. A competição é realizada no Dubai Club for People of Determination e vai até o dia 15 de novembro. Quatorze representantes do país entram em cena neste sábado (10) terceiro dia de competição. Destes, três dividirão raia na mesma prova, a promissora decisão dos 400m da classe T47 (amputados de braço abaixo do cotovelo).

Petrúcio Ferreira, Thomaz Ruan e Yohansson Nascimento superaram as eliminatórias, disputadas nesta sexta-feira, e estarão alinhados no bloco de partida, a partir 12h33 (de Brasília), na busca por mais uma medalha dourada.

Júlio Cesar Agripino foi o primeiro brasileiro a subir no lugar mais alto do pódio hoje nos 1.500m da classe T11 (cegos). Guiado pelo gaúcho Lutmar Paes completou a distância em 4min07s02 e se sagrou campeão mundial.

“Foi eletrizante. Ditamos o ritmo da prova inteira. Fui orientado a mudar a estratégia para não repetir o que aconteceu em Lima. Trabalhamos bem na pista, mantivemos o ritmo, principalmente na segunda volta. Gastei o restinho de energia no fim quando o Lutimar me incentivou, ele dizia naquela reta final ali: ‘Você vai ser campeão mundial”, contou Júlio.

Outro vencedor do dia, Thiago Paulino confirmou seu favoritismo no arremesso de peso da classe F57 (amputados de membros inferiores. O brasileiro foi o sétimo, de 12, a arremessar.

“Uma semana atrás eu não sabia se poderia competir, estava com uma inflamação no cotovelo, mas a equipe médica do CPB e o pessoal que me apoia me ajudaram muito para estar aqui. Não queimei nem um arremesso sequer, as marcas foram boas, poderiam ser melhores, mas estou feliz. Missão cumprida”, comemorou Thiago.

Outras medalhas

O salto em distância foi responsável por mais dois pódios brasileiros no dia de hoje. O primeiro veio da impulsão de Mateus Evangelista, que saltou 6,10m na penúltima tentativa e cravou posição na vice-liderança da disputa.

“Eu fui encaixando o salto a cada tentativa, e mentalizei o meu melhor salto, que foi nos Jogos Paralímpicos do Rio 2016, quando eu fiquei com a prata, e deu certo. A prova aqui foi muito boa, os adversários do mais alto nível”, comemorou Mateus.

Gabriela Mendonça, 21 anos, foi a responsável pela quarta e última medalha brasileira nesta sexta-feira. No salto em distância da classe T12 (baixa visão), ela alcançou 5,54m, sua melhor marca da vida, logo no primeiro salto. Isto lhe rendeu a medalha de bronze.

“Apesar da lesão, não pensei em desistir, lembrei-me de tantos treinos e tudo que fiz para estar aqui e o tanto que queria esta medalha”, comentou Gabriela.

Confira a programação dos brasileiros neste sábado, (9), horário de Brasília

Madrugada

2h03 – João Victor Silva, final do arremesso de peso (F37)

2h03 – Emanoel Victor de Oliveira, final do arremesso de peso (F37)

2h06 – Lorena Spoladore, final do salto em distância (T11)

3h33 – Vitor de Jesus, 400m (T37)

3h55 – Ariosvaldo da Silva, 400m (T53)

4h28 – Tascitha Cruz,  200m (T36)

4h46 – Fernanda Yara, 400m (T47)

Tarde

11h17 – Daniel Martins, 400m (T20)

11h52 – Fábio Bordignon, final dos 200m (T35)

12h33 – Petrucio Ferreira. Yohansson Nascimento e Thomaz de Moraes, final dos 400m (T47)

13h44 – Thalita Simplicio, 400m (T11)

13h52 – Jhulia Karol, 400m (T11)

LEIA MAIS

Damiris chega à Seleção Feminina de Basquete de olho no Pré-Olímpico