Brasileirão: veja como estaria a tabela sem VAR após a 33ª rodada

Flamengo seguiria líder e Avaí estaria rebaixado independente do árbitro de vídeo

Matheus Leal
Colaborador do Torcedores

Crédito: Reprodução

O Brasileirão 2019 entrou nas suas últimas cinco rodadas. O Flamengo colocou a mão na taça e pode ser campeão mesmo sem entrar em campo. O rubro-negro depende de um tropeço do Palmeiras contra o Grêmio. A briga pela Libertadores e contra o rebaixamento, porém, seguem equilibradas. No Z-4, o Avaí é o primeiro time matematicamente rebaixado após apenas empatar com o Cruzeiro.

Você conhece o canal do Torcedores no Youtube? Clique e se inscreva!
Siga o Torcedores também no Instagram

De acordo com um levantamento feito pelo jornalista Alexandre Siqueira, que cataloga a utilização do árbitro de vídeo desde a primeira rodada, o Flamengo seria líder do Brasileirão independente do VAR. Porém o rubro-negro carioca estaria com dois pontos a menos. O único resultado alterado pela tecnologia foi contra o Fortaleza. Na ocasião, o Fla teve um pênalti marcado a seu favor com o auxílio do VAR.

Uma grande diferença na tabela caso não houvesse o árbitro de vídeo seria na briga pela Libertadores. O Corinthians, atualmente em oitavo, estaria numa situação muito mais confortável sem o VAR. O Timão teria 55 e não 50 pontos. Na parte de baixo a mesma coisa. A Chapecoense, que pode ser rebaixada já nesta rodada, teria muito mais chances de sobrevivência com cinco pontos a mais.

Veja a classificação do Brasileirão sem VAR após 33 rodadas:

LEIA MAIS

Brasileirão: veja as chances de título, Libertadores e rebaixamento após a 33ª rodada

Flamengo pode conquistar Libertadores e Brasileirão no próximo fim de semana; veja como

Ataque, defesa, aproveitamento… veja os melhores times da Série A em 2019 após a 33ª rodada do Brasileirão