Corinthians x Fortaleza: Coelho reencontra Rogério Ceni, que quase findou sua passagem pelo Timão como jogador

Duelo mais marcante foi no Paulistão 2005, em jogo que acarretou na demissão de Tite

Matheus Camargo
Colaborador do Torcedores.com.

Crédito: Rodrigo Coca/Agência Corinthians

Coelho e Rogério Ceni se reencontram na noite desta quarta-feira (6), na Arena Corinthians, em jogo válido pela 31ª rodada do Brasileirão, mas agora como treinadores.

Você conhece o canal do Torcedores no Youtube? Clique e se inscreva!
Siga o Torcedores também no Instagram

Como jogadores, o ex-lateral do Corinthians não tem boas recordações do ídolo do São Paulo. Mesmo sem a intenção, Rogério quase findou Coelho no Timão e ainda participou da demissão de Tite.

Com o meu BMG Corinthians o seu time sempre ganha. Abra sua conta!

Quem chega e quem sai dos clubes?

 

Relembre o jogo e a confusão
Coelho era o batedor oficial de pênaltis do Corinthians no início de 2005, mas a MSI acabava de contratar ninguém menos que Carlitos Tevez para reforçar a equipe.

Em um clássico contra o São Paulo, pelo Paulistão, o Timão perdia por 1 a 0 até os 40 minutos do segundo tempo, quando Bobô invadiu a área e Lugano cometeu pênalti.

Com Tevez em campo, Kia Joorabichian, chefão da MSI, esperava que Tite designasse o argentino para decidir a partida.

Porém, a escolha do então treinador, que voltaria para ser ídolo, foi manter o ainda jovem Coelho, na época com 22 anos, como o batedor da equipe.

Está em dúvida sobre qual curso de faculdade escolher?

O lateral foi para a bola, bateu no canto esquerdo de Rogério Ceni e perdeu. O goleiro do São Paulo sequer deu rebote no lance, o que causou a ira da torcida corintiana, que não viu mais Coelho com os mesmos olhos.

Porém, quem também foi à loucura foi Kia, que após a partida invadiu o vestiário e questionou Tite pelo motivo de Tevez não ter batido o pênalti. O treinador mostrou confiança no jovem lateral, mas nada adiantou. Tite foi demitido no dia seguinte.

Coelho seguiu no clube, mas passou a dividir titularidade com outros laterais, como Eduardo Ratinho.

Outro pênalti

O atleta foi para o Atlético-MG por empréstimo em 2007 e reencontrou Rogério Ceni em uma partida contra o São Paulo.

Mais uma vez como batedor oficial de pênaltis, bateu outra vez contra o goleiro tricolor e perdeu mais uma vez.

Assista aos 1:58:

Leia mais:
Corinthians vai mudar contra o Fortaleza; veja a provável escalação