Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Cruzeiro e Atlético-MG conseguem efeito suspensivo, concedido pelo STJD após incidentes no clássico

Os rivais tinham sido punidos com a perda de um mando de campo

Samuel de Brito
Colaborador do Torcedores.com.

Crédito: Divulgação / Cruzeiro

No início do mês, os rivais mineiros foram punidos pela Terceira Comissão Disciplinar com a perda de um mando de campo e multa de 100 mil reais. No entanto, os incidentes de violência no clássico ganharam um novo capítulo.

Você conhece o canal do Torcedores no Youtube? Clique e se inscreva!
Siga o Torcedores também no Instagram

Nesta quarta-feira (27), o Superior Tribunal de Justiça Desportiv (STJD) concedeu um efeito suspensivo para as duas equipes. O Atlético havia sido multado em mais 30 mil reais também por conta do episódio de racismo por parte dos torcedores contra um segurança do Mineirão.

A decisão, no entanto, pode ser revertida pelo Tribunal Pleno. E se as punições forem mantidas, os clubes cumprem as sanções apenas em 2020, pois a CBF só pode alterar a data de um jogo com dez dias de antecedência, de acordo com o regulamento.

Assim, o Cruzeiro vai enfrentar o Palmeiras em 8 de dezembro, no Mineirão. A partida é válida pela última rodada do Campeonato Brasileiro e pode ser decisiva na briga contra o rebaixamento. Os comandados de Abel Braga estão na briga para evitar o primeiro rebaixamento da história do clube celeste.

Já o Atlético terá duas partidas em Belo Horizonte. Contra Corinthians e Botafogo, podendo garantir a permanência na Série A, já que, de acordo com o Departamento de Matemática da UFMG, o clube ainda tem 0,55% de chance de queda.

Confira parte do comunicado enviado pelo STJD as equipes: “De ordem do Auditor Relator, Dr. José Perdiz de Jesus, deste Superior Tribunal de Justiça, referente ao Recurso Voluntário nº 399/2019 – STJD (191/2019 – 3ª CD) , tendo como Recorrentes: Cruzeiro EC e CA Mineiro e Recorrido: Terceira Comissão Disciplinar , informo que através de despacho, foi deferido o pedido requerido pelos requerentes”.

LEIA MAIS

As melhores notícias de esportes, direto para você