Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Dentinho diz que viveu “pior dia da vida” após caso de racismo: “chorei muito”

Ex-Corinthians foi vítima de torcedores racistas do Dínamo de Kiev; Taison também passou pelo problema, respondeu e foi expulso

Matheus Camargo
Jornalista formado pela Universidade Estadual de Londrina (UEL), colaborador do Torcedores.com desde 2016, radialista na Paiquerê 91,7.

Crédito: Divulgação/Shakhtar

O atacante brasileiro Dentinho se pronunciou em seu Instagram um dia após ser alvo de ofensas racistas por parte de torcedores do Dínamo de Kiev, na Ucrânia, durante o clássico contra sua equipe, o Shakhtar Donetsk.

Aniversário CLUBE EXTRA

Clique e veja as melhores promoções!

Você conhece o canal do Torcedores no YouTube? Clique e se inscreva!
Siga o Torcedores também no Instagram

Ao lado de Taison, Dentinho ouviu imitações de macacos vindas das arquibancadas e ofensas raciais que o fizeram abandonar a partida.

“Eu não queria comentar sobre o que aconteceu ontem, mas acho que não posso me calar diante de algo tão grave”, escreveu o ex-corintiano em sua conta oficial.

“Eu estava fazendo uma das coisas que mais amo na minha vida, que é jogar futebol e, infelizmente, acabou sendo o pior dia da minha vida. Durante o jogo, por três vezes, a torcida adversária fez sons que lembravam macacos, sendo duas vezes direcionadas a mim. Essas cenas não saem da minha cabeça. Não consegui dormir e já chorei muito. Sabe o que eu senti naquele momento? Revolta, tristeza e nojo de saber que ainda existem pessoas tão preconceituosas nos dias de hoje. Agradeço a todos pelas mensagens de apoio e manifestações de carinho.”

View this post on Instagram

Eu não queria comentar sobre o que aconteceu ontem, mas acho que não posso me calar diante de algo tão grave. Eu estava fazendo uma das coisas que mais amo na minha vida, que é jogar futebol e, infelizmente, acabou sendo o pior dia da minha vida. Durante o jogo, por três vezes, a torcida adversária fez sons que lembravam macacos, sendo duas vezes direcionadas a mim. Essas cenas não saem da minha cabeça. Não consegui dormir e já chorei muito. Sabe o que eu senti naquele momento? Revolta, tristeza e nojo de saber que ainda existem pessoas tão preconceituosas nos dias de hoje. Agradeço a todos pelas mensagens de apoio e manifestações de carinho. ⚽❤ #noracism #nãoaopreconceito

A post shared by Dentinho ⚽?? (@mlkdentinho) on

Ambos deixaram o gramado aos prantos e consolados pelos próprios jogadores adversários, que foram até os torcedores para pedir que as ofensas parassem.

Taison apontou o dedo médio para os racistas e levou o cartão vermelho do árbitro, o que causou ainda mais revolta por parte dos atletas.

O ex-Inter também se pronunciou em seu Instagram e usou um trecho da música dos Racionais MC’s para promover a luta contra o racismo.

“Amo minha raça, luto pela cor, o que quer que eu faça é por nós, por amor…”

View this post on Instagram

“ Amo minha raça, luto pela cor, o que quer que eu faça é por nós, por amor… “ Jamais irei me calar diante de um ato tão desumano e desprezível ! Minhas lágrimas foram de indignação, de repúdio e de impotência, impotência por não poder fazer nada naquele momento ! Mas somos ensinados desde muito cedo a sermos fortes e a lutar ! Lutar pelos nossos direitos e por igualdade ! O meu papel é lutar , bater no peito , erguer a cabeça e seguir lutando sempre ! ✊? Em uma sociedade racista, não basta não ser racista, precisamos ser antirracista ! O futebol precisa de mais respeito, o mundo precisa de mais respeito ! Obrigada a todos pelas mensagens de apoio ! Seguimos a luta …✊? Net rasizmu

A post shared by Taison Barcellos Freda (@taisonfreda7) on

Leia mais:
Dentinho e Taison sofrem racismo na Ucrânia e abandonam partida; ex-Inter é expulso