Dérbi dos atacantes: a busca de Palmeiras e Corinthians pelo centroavante ideal

Palmeiras e Corinthians farão clássico neste sábado (09) e duelo dos centroavantes pode ser o primeiro entre Luiz Adriano x Boselli

Luiz Mutschele
Colaborador do Torcedores.com.

Crédito: divulgação Palmeiras

Talvez uma das posições que Palmeiras e Corinthians mais tiveram problemas para se acertar na temporada 2019, foi no setor de ataque e especificamente na função de centroavante. Cada um com três atacantes para a posição (sendo que o Palmeiras ainda tem o Henrique Ceifador, mas ele pouco aparece no time), porém nenhum ainda como titular absoluto, apesar de Luiz Adriano e Boselli cada vez mais se firmarem como as melhores opções para o setor de alviverdes e alvinegros respectivamente.

Você conhece o canal do Torcedores no Youtube? Clique e se inscreva!
Siga o Torcedores também no Instagram

Inclusive quando olhamos mais a fundo, vemos que existem algumas semelhanças entre os atacantes que disputam esta posição no Palmeiras e Corinthians.

Acompanhe as notícias do seu time pelo Facebook

Gustavo e Borja: aqueles que não convencem

Números de Gustavo em 2019 – 47 jogos 11 gols e 3 assistências.

Números de Borja em 2019 – 22 jogos, 5 gols e 2 assistências.

Gustavo começou a temporada de forma impressionante, marcando gols em praticamente todo jogo e até decidindo um clássico contra o São Paulo. Porém se lesionou e desde que retornou não mais se firmou, perdendo espaço para Love e depois para Boselli. Viu seu futebol cair muito de produção e atualmente é terceira opção, inclusive para torcida.

Borja depois de um 2018 de altos e baixos, começou a temporada revezando com Deyverson a condição de titular. Sem contar com a simpatia de Felipão e posteriormente de Mano Menezes, o colombiano pouco foi utilizado ao longo da temporada, limitando-se a entrar durante o jogo. Apesar disso viveu um bom momento nas oitavas da Libertadores contra o Godoy Cruz, mas mesmo jogando bem, perdeu a posição. Atualmente é terceira opção e muitas vezes sequer fica no banco.

Love e Deyverson: queridos por treinadores e com relação de amor e ódio com a torcida

Números de Love em 2019 – 54 jogos, 11 gols e 2 assistências.

Números de Deyverson em 2019 – 39 jogos, 8 gols e 3 assistências.

Love era o verdadeiro faz-tudo do Corinthians de Carille. Mesmo aos 35 anos e longe de seu auge físico, ele muitas vezes foi escalado de ponta, comprometendo seu futebol e causando um desgaste excessivo para um veterano. Viveu um grande momento no meio da temporada, quando marcou gols decisivos e caiu nas graças da torcida, porém veio a seca de gols e a crítica da torcida por mesmo estando em má fase, não ser sacado. Atualmente reveza entre a reserva como centroavante e jogar de titular pelo lado.

Deyverson é um do xodós dos treinadores, pois todos que passaram o utilizavam com regularidade. Sua entrega no jogo tenta compensar sua grande limitação técnica. Diferente de 2018 quando foi decisivo em diversos jogos no título Brasileiro, na temporada 2019 comprometeu em diversas partidas, o que gerou recorrentes críticas da torcida pelo fato de mesmo falhando não sair do time. Atualmente é titular pelos problemas físicos de Luiz Adriano.

Boselli e Luiz Adriano: considerados as soluções ideais

Números de Boselli em 2019 – 39 jogos, 9 gols e 3 assistências.

Números de Luiz Adriano em 2019 – 12 jogos, 7 gols e 1 assistência.

Boselli mesmo quando vivia uma seca de gols, era visto como o atacante de maior qualidade no elenco corintiano, porém acabava sendo preterido pelos outros dois, que vinham fazendo gols. Quando a bola começou a entrar e especialmente depois do último jogo, quando fez dois, colocaram o argentino em vantagem na disputa. Agora ele finalmente deve ter a sequência que sempre esperou.

Luiz Adriano de todos os atacantes citados é quem menos jogos, mas também quem menos gerou dúvidas sobre sua condição de “jogador ideal”. Ele tem a melhor média entre todos os citados, mas não conseguiu uma sequência ainda por conta de problemas físicos. Recuperado, mas longe ainda de estar 100%, voltou no último jogo contra o Vasco e foi decisivo marcando o gol da vitória, mesmo não atuando durante os 90 minutos. Sendo dúvida para o dérbi, deve ser o titular quando estiver nas condições físicas ideais.

Leia mais:

Palmeiras no Pacaembu: bons números e vitória no último dérbi animam torcida

Manchester United, Sevilla e mais três clubes se classificam na Liga Europa

Contrariando Mano, Palmeiras tem mais jogadores que decidiram jogos que Flamengo