Faber arrecada fundos para pagar cirurgia no cérebro de lutador com doença rara

Campanha de Urijah Faber vai ajudar Vince Murdock, diagnosticado com ‘Moyamoya’.  Atleta precisa de intervenção cirúrgica o mais breve possível

Jéssica De Paula Alves
Jornalista amapaense migrada em Belo Horizonte (MG). Nascida em março de 1990, é gremista e adora esportes desde a infância. Faixa branca em jiu-jitsu, também é fã de rock e ama unir suas paixões.

Crédito: Reprodução/Facebook

O lutador Urijah Faber iniciou uma campanha para arrecadar fundos ao também profissional de MMA,  Vince Murdock. Diagnosticado com a doença rara ‘Moyamoya’ , ele precisa de uma cirurgia urgente no cérebro. Antes de descobrir a enfermidade, ele havia conseguido a seonhada vaga no UFC, depois de realizar 16 combates.

Você conhece o canal do Torcedores no Youtube? Clique e se inscreva!
Siga o Torcedores também no Instagram

Vince Murdock estava escalado para fazer seu debute no UFC Minneapolis, no dia 29 de junho, o peso-pena (66 kg) mas devido ao diagnóstico foi obrigado a se retirar do card pelos médicos da companhia, que o alertaram para um possível problema no cérebro.

De acordo com o site AgFight, devido ao valor da operação ser alto, Urijah Faber, líder da equipe e amigo do lutador, iniciou uma campanha de arrecadação de fundos para que seu companheiro possa tratar a patologia.

‘Moyamoya’ é uma condição neurológica rara, normalmente encontrada em crianças pequenas. Uma vez contraída, a doença faz com que artérias carótidas internas de um paciente tornem-se estreitas, resultando em fluxo sanguíneo limitado ao cérebro. Se não for tratado com urgência, a vítima terá um alto risco de sofrer um derrame e, até mesmo, vir a óbito.

“Eu apenas continuei acreditando que cada resultado de teste me diria: ‘está tudo bem com você e seu corpo’. Mas esse não foi o caso. Me disseram que eu tenho Moyamoya e fiquei tipo: ‘Que m***, o que isso significa?’. Eles disseram: ‘Cirurgia no cérebro é a única forma de concertar isso’. E foi nesse exato momento que caiu a ficha para mim. Durante todo esse período estava torcendo para que nada disso acontecesse”, desabafou o lutador, em entrevista ao site ‘MMA Fighting’.

Ainda de acordo com o AgFight, o preço original da cirurgia é de 390 mil dólares (R$ 1,5 milhão), mas com o suporte da Universidade de Stanford, o procedimento caiu para metade de seu valor – 195 mil dólares (R$ 780 mil). Até então, foram arrecadados cerca de 25 mil dólares (R$ 100 mil).

LEIA MAIS

Site afirma que Urijah Faber estará no UFC 245 em dezembro