Final da Libertadores: 12 curiosidades que você precisa saber para arrasar na conversa de bar

Fique por dentro de tudo sobre a final da Libertadores para não passar vergonha com os seus amigos

Aira Bonfim
Colunista do Torcedores.com.

Vai azarar o Flamengo? Vai sair todinha de vermelho e preto? Tá achando esse Jesus é a última bolacha do pote? Quer sair gritando que bolacha não é biscoito? Não importa! Sábado a tarde é dia de final da Libertadores da América e antes que o campeonato mais queridinho dos latinos se transforme em franquia européia, bora curtir a programação do final de semana!

Você conhece o canal do Torcedores no Youtube? Clique e se inscreva!
Siga o Torcedores também no Instagram

Bom, como meu forte definitivamente não é análise de jogo, contagem de artilharia, destaques entre os jogadores e essas coisitas mais…pedi ajuda para bolar uma lista para o meu amigo boleiro-enciclopédico, Ademir Takara, bibliotecário do Museu do Futebol, um dos melhores lugares do mundo para entrar de um jeito, e sair sempre mais inteligente! (se você não conhece, visite!)

Embed from Getty Images

A lista “histórico-curiosidades-boleiras” abaixo foi feita para você puxar aquela conversa ou lançar aquele conhecimento no bar, na sala, entre amigxs ou em família, ou mesmo sair daqui sabendo coisas legais mas que não vão mudar muito a sua vida.Rs…

Todos os anos esperamos um representante brasileiro na composição da final do campeonato mais sangue quente das Américas!

Entre os estados competidores, foi o Rio de Janeiro que ganhou essa disputa e agora divide essa alegria com a torcida rubro-negra, uma das maiores do país. Eu que sou uma discípula um pouco anarquista dos clubes, mas que gosto de um futebol bem jogado, escolhi torcer para o Flamengo de Jesus…. (ficou meio cristã essa frase, mas gostei…)

Ai vai a listinha!

Embed from Getty Images

     1. Já existe um clássico chamado Rivengo!

Atlético Clube River x Esporte Clube Flamengo já é coisa antiga lá no estado do Piauí, desde 1948, mais precisamente! Pois é, a coincidência reavivou os ânimos entre os nordestinos torcedores de Teresina! Só para acirrar os ânimos cabalísticos, por lá, quem tem mais vitórias no currículo é o River…

   2. Jogo Único, pela primeira vez não teremos final em ida e volta

Um joguinho só já definirá o campeão das Américas! De acordo com o paraguaio Alejandro Domínguez, presidente da CONMEBOL: “O objetivo estratégico é promover o desenvolvimento esportivo do futebol sul-americano atraindo mais recursos, investimentos e melhores padrões em todos os níveis”. Hum…sei…

A decisão é contrastante quando comparada com os anos iniciais da Libertadores, quando não existia diferença de gols: era o melhor de três, ida, volta e campo neutro!

 3. O retorno para Lima, no Peru

Será a segunda vez que a cidade peruana vai assistir a uma final do campeonato. A Libertadores de 1971 foi decidida no Estádio Nacional de Lima no seu terceiro jogo entre Nacional do Uruguai, o campeão, contra Estudiantes de La Plata, da Argentina.

Embed from Getty Images

4. Aliás, só dá Lima em 2019!

Lima já sediou este ano os Jogos Pan-Americanos e os Parapan. Por pouco receberia o Mundial de Futebol Sub-17, mas desistiu por problemas financeiros.

     5. Os peruanos nunca ganharam a Libertadores

É… pois é…Chegaram na final duas vezes com o Universitário, em 1972 e Sporting Cristal em 1997. Em ambas ocasiões o jogo final foi na casa dos adversários, Independiente, da Argentina e Cruzeiro, no Brasil.

 6. América Latina em ebulição: hora de benzer a CONMEBOL

Coincidentemente a final da Libertadores Feminina de 2019 também passou por momentos de tensão no Equador, quando o povo saiu às ruas para protestar contra o aumento da gasolina. A comunicação das equipes brasileiras do Ferroviária de Araraquara e do Corinthians, campeão do torneio, mandavam notícias diárias sobre como estava o país vizinho.

O Chile, que deveria receber a final do masculino, também entrou em convulsão social e por isso os flamenguistas antecipados tiveram que trocar suas passagens aéreas…

Embed from Getty Images

     7. E Jesus na causa?

Se o Flamengo vencer, o técnico português Jorge Jesus será apenas o segundo técnico europeu a vencer a competição, o primeiro neste século. Com tanto recalque encima do “professor”, há boatos fortes que Jesus, uma vez ganhador, vai levar sua cruz para o outro lado do oceano…. Será?? (vai não Jesus…)

     8. Representatividade latina… só que não!

Aliás, quando o assunto são os técnicos campeões temos apenas argentinos, uruguaios, brasileiros, e três solitários colombianos…

    9. Pelé bicampeão da Liberta!

Quando a Libertadores ainda era um campeonato mais curto, sem grande projeção midiática, econômica e obsessiva no mundo do futebol, o Santos de Pelé, com destaques como de Gilmar, Zito, Dorval, Lima, Coutinho e Pepe ganhou as edições de 1962 e 1963.

   10. Argentina: mejor dos mejores!

Os clubes argentinos são os maiores vencedores em quantidade de títulos…Pois é…No meu caso, esse é um exemplo de rivalidade que me pega! (“Brasil, vamô ganhar porra!!”)

Embed from Getty Images

11. Que buniteza de nome de campeonato!

Meu amigo Ademir acha o nome Copa Libertadores da América é o nome mais bonito entre todos os campeonatos do mundo.

Eu concordo com ele! A palavra Libertadores é o termo usado para se referir aos líderes liberais dos movimentos de libertação da América Hispânica e do Brasil, nos séculos XVIII e XIX. Ou seja, um nome de campeonato “coisa nossa” ou ” Colônias, não!”

E em tempo de ignorância e ódio nos corações mais extremistas de políticos e marionetas populares nesse Brasilzão…. Acho mais prudente que essas pessoas sejam coerentes e não assistam uma final de um campeonato latino-americano que homenageie revolucionários como Simón Bolívar e José de San Martín, personagens que desempenharam papel crucial nos movimentos de independência dos países sul-americanos contra o Império colonial espanhol.

Isso é uma brincadeira… séria! Rs…

Embed from Getty Images

   12. SHAME ou A fatídica final de 2018….

Em 2018, os clubes argentinos do Boca e River, pela primeira vez disputariam a “final do Século” nos campos latinos promotores da Libertadores. Entre episódios lamentáveis de “tiro, porrada e bomba”, os finalistas tiveram a sua final adiada por duas vezes, e a CONMBOL, que há 60 anos organiza o campeonato das Américas, teve a “brilhante” ideia de realizar a final na???????

Espanha!!!

Sim meus senhores e senhoras colonizados!! Na Espanha… ela mesma! (Nada contra a Espanha…. não me entendam mal…, mas pegou mal para qualquer entendido de história por aqui…).

De acordo com os organizadores, a escolha da Espanha garantiria a estrutura e a segurança da partida, e assim realizou-se, pela primeira vez na imaculada história desse campeonato, a partida final no estádio do Real Madrid, numa tarde fria de inverno europeu, enquanto por aqui, suávamos de tanto calor!

Vida longa a Libertadores da América. Que sejam feitos por aqui, por nós e tenham seus maiores desafios resolvidos em casa.

Beijos rubro-negros!

Embed from Getty Images

LEIA MAIS

Aira Bonfim: Torcidas Organizadas como fonte histórica

Aira Bonfim: Eles e elas: o Brasil nas finais da Libertadores da América!