Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Gesto obsceno fez Gabigol ser expulso na final da Libertadores; veja o diálogo na cabine do VAR

Após marcar dois gols e garantir o título para o Flamengo, Gabigol ainda levou o vermelho na partida

Bruno Romão
24 anos, jornalista formado pela Universidade Estadual da Paraíba, amante da escrita, natural de Campina Grande e um completo apaixonado por futebol. Contato: bruno.romao.nascimento@gmail.com

Crédito: Reprodução

Durante uma confusão nos instantes finais do duelo, o camisa 9 provocou alguns jogadores do River Plate. Estando fora do campo, o atacante fez um gesto obsceno, além de uma ”dancinha”, deixando Jorge Jesus à beira de um ataque de nervos. Diante disso, o VAR identificou que o brasileiro cometeu um ato passível de punição, e ele acabou tendo que sair do gramado.

Aniversário CLUBE EXTRA

Clique e veja as melhores promoções!

Você conhece o canal do Torcedores no YouTube? Clique e se inscreva!
Siga o Torcedores também no Instagram

”Fez um gesto obsceno. Agarrou sua genitália”, foi descrito na sala em que o lance foi revisto. Assista abaixo.

Gabigol, enquanto bebia água, dançou em direção aos atletas do River, claro sinal de provocação.

Apesar de ter sido expulso, Gabigol não será suspenso no Mundial de Clubes. Isso porque o torneio é organizado pela FIFA, e a punição não será aplicada, já que a competição é de outra entidade. Dessa forma, o atacante ficará fora do próximo jogo de um campeonato organizado pela Conmebol.

O centroavante rubro-negro encerrou a Libertadores como artilheiro, tendo balançado as rede nove vezes. Agora, liberado para jogar no Qatar, a intenção é ajudar o Flamengo a encerrar a temporada com chave de ouro.

Em 2020, Gabigol, caso permaneça no Rubro-Negro, provavelmente terá que cumprir suspensão no confronto de ida contra o Independiente del Valle, na final da Recopa Sul-Americana, que será disputada em fevereiro.

LEIA MAIS

As melhores notícias de esportes, direto para você