GP Brasil de F1: Hamilton é punido e cai para sétimo lugar; Sainz é 3º

O inglês Lewis Hamilton até subiu no pódio na terceira posição, mas acabou sendo punido com o acréscimo de cinco segundos por conta do incidente com Alexander Albon

Rodrigo Nascimento
Colaborador do Torcedores.com, amante dos esportes americanos e do automobilismo.

Crédito: Twitter oficial da McLaren

O pódio do GP Brasil de F1 sofreu uma alteração minutos após o término da prova. Na pista, Max Verstappen venceu a corrida, seguido por Pierre Gasly e Lewis Hamilton.

Você conhece o canal do Torcedores no YouTube? Clique e se inscreva!
Siga o Torcedores também no Instagram

Porém na penúltima volta, Hamilton se envolveu em um incidente com Alexander Albon, quando ambos batalhavam pela segunda colocação.

Albon levou a pior, rodou, e acabou caindo para as últimas posições, enquanto Hamilton seguiu e por pouco não ultrapassou o Gasly.

A FIA informou que o resultado da investigação do acidente envolvendo Hamilton e Albon seria divulgado após o término da prova, e alguns minutos depois, saiu a decisão: um acréscimo de cinco segundos no tempo final do hexacampeão inglês, o que o fez cair para a sétima posição.

Com a punição para Lewis Hamilton, quem sai favorecido é o espanhol Carlos Sainz Jr., da McLaren, que sobe para a terceira colocação, conquistando seu primeiro pódio na F1.

Porém, nem tudo é festa: o espanhol também esta sendo investigado por ter usado o DRS de forma indevida na volta 54.

Confirmando o pódio de Carlos Sainz Jr., este será o retorno do time de Woking a um pódio na F1 desde o GP da Austrália de 2014, no qual a então dupla de pilotos da McLaren, Kevin Magnussen e Jenson Button subiram ao pódio, em 2º e 3º lugar, respectivamente.

LEIA MAIS:
Verstappen vence GP do Brasil insano em Interlagos
Verstappen vence o GP Brasil de F1 e destaca as ultrapassagens sobre Hamilton