Grêmio: Everton Cebolinha conta o segredo das poucas lesões no ano: “Treino bastante a parte física”

Com mais de 50 jogos nesta temporada, Everton Cebolinha conta o segredo após passar mais um ano sem lesões no Grêmio

Junior Azevedo
Jornalista formado pela Universidade Estadual de Londrina, fanático por futebol e torcedor do Londrina Esporte Clube

Crédito: Foto: Reprodução/Grêmio

Principal jogador do atual elenco do Grêmio, o atacante Everton Cebolinha vai completar diante do Athletico Paranaense nesta quarta-feira (27), às 21h30 (de Brasília), na Arena da Baixada, seu jogo de número 55 na temporada. Com mais um ano sem lesões, o jogador completa mais um ano com um ótimo condicionamento físico.

Questionado sobre o assunto na entrevista coletiva pré-jogo diante do Athletico Paranaense, Everton Cebolinha afirmou que treina bastante a parte física a pedido do técnico Renato Gaúcho. Segundo o jogador, o condicionamento físico é uma das coisas mais pedidas pelo comandante gremista.

Futebol de graça e ao vivo por 1 mês? Conheça o DAZN Brasil!

“Eu procuro sempre trabalhar bem a parte física, a gente sabe que as vezes isso decide jogos. Como o Renato costuma passar para nós, no momento que o árbitro apita, o jogo só acaba quado ele apitar novamente, seja 90 minutos, 95, nós temos que estar super preparados e ligados”, afirmou Cebolinha

“Não é somente eu, todos meus companheiros também estão sempre preparados na parte física, pois sabemos que um jogo exige muito dos jogadores. O nosso preparador físico cobra bastante e muitas partidas ganhamos assim”, acrescentou o jogador.

Em busca por uma vaga direta na Copa Libertadores 2020, o Grêmio tem confronto direto contra o Athletico Paranaense. O tricolor gaúcho ocupa a quarta posição com 59 pontos, três a mais que o Furacão que está na quinta colocação.

LEIA MAIS

Após rumores de Corinthians e Palmeiras, torcida do Grêmio cria campanha por “fico” de Luan: “A América nos espera”

Galhardo afirma chance como titular e oportunidade de dar uma “boa impressão”

Empresário de Tetê faz críticas ao Grêmio: “Se ainda estivesse lá, não estaria nem no profissional”