Internautas detonam escala de Luís Roberto para substituir Galvão na final da Libertadores: “secador”

Narrador esportivo passou mal em Lima nesta quinta-feira (21) e foi levado para um hospital a fim de realizar exames

Octávio Almeida Jr
Jornalista graduado pela Universidade da Amazônia (UNAMA), 26 anos.Repórter de campo pela Rádio Unama FM em duas finais de Campeonato Paraense (anos 2016 e 2017).

Crédito: Transmissão TV Globo

A decisão do Grupo Globo em escalar Luís Roberto para o lugar de Galvão Bueno, na transmissão da final da Libertadores entre Flamengo e  River Plate que será disputada neste sábado (23), em Lima, foi contestada por parte dos torcedores, nas redes sociais.

Alguns comentários afirmam que Luís Roberto torce contra o time carioca. Outros torcedores disseram que o substituto ideal seria Gustavo Villani.

Você conhece o canal do Torcedores no YouTube? Clique e se inscreva!

Entenda o caso

Inicialmente escalado para transmitir a decisão do campeonato internacional, Galvão Bueno foi substituído nesta quinta-feira (21) por Luís Roberto.

De acordo com informações oficiais, o comunicador “teve um mal-estar” e já foi encaminhado para fazer exames na clínica Anglo-Americana – no bairro de Miraflores.

Veja abaixo a íntegra da nota divulgada pelo Grupo Globo:

Nosso companheiro Galvão Bueno teve um mal-estar hoje de manhã em Lima, onde se encontra para a narração da final da Libertadores. Ele foi levado para exames na clínica Anglo-Americana, no bairro de Miraflores, acompanhado por sua mulher Desiree Galvão Bueno. Foi atendido prontamente e está sendo submetido a um cateterismo para desobstrução de uma artéria coronariana. Todos nós desejamos ao querido Galvão uma rápida recuperação. O hospital divulgará ao término do procedimento um boletim médico. A narração da final da Libertadores será feita pelo companheiro Luis Roberto.

Veja a repercussão a seguir:

Leia também:

Jornalista da TV Globo revela medo de perder o emprego por conta do racismo

Comentarista da Globo diz que sofreu injúria racial no jogo Paysandu x Flamengo, em 2005

Repórter da Rádio Transamérica é detido e tem celular apreendido pela polícia durante jogo da Série B; assista