Justiça condena Vasco a pagar multa por caso de racismo no Carioca Feminino

Em jogo contra o Fluminense,  assistente Paola Rodrigues foi vítima de insultos racistas feitos por torcedora do Vasco. Clube carioca deverá pagar valor de R$ 20 mil

Jéssica De Paula Alves
Jornalista amapaense migrada em Belo Horizonte (MG). Nascida em março de 1990, é gremista e adora esportes desde a infância. Faixa branca em jiu-jitsu, também é fã de rock e ama unir suas paixões.

Crédito: LAÍS PATRÍCIO/ FLUMINENSE F.C.

Mais um caso de racismo vem à tona no mundo do futebol e desta vez foi no feminino. O Vasco da Gama foi condenado a pagar multa de R$ 20 mil conta devido a um episódio de um injúria racial no clássico com o Fluminense pelo Campeonato Carioca feminino, em outubro. A assistente  Paola Rodrigues foi chamada de “macaca” por uma torcedora cruzmaltina.

Você conhece o canal do Torcedores no Youtube? Clique e se inscreva!
Siga o Torcedores também no Instagram

Com isso, a partida foi interrompida, a pedido da bandeirinha. O Supremo Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) entendeu que, além da multa, o Vasco também foi condenado a perder pontos na competição, e que não puderam ser descontados, pois a equipe já estava eliminada. A torcedora não foi identificada.

De acordo com o Globoesporte.com, a assistente esteve  presente ao tribunal e fez um depoimento carregado de emoção, não conseguindo segurar as lágrimas. Posteriormente, Paola disse que os torcedores próximos da agressora foram coniventes e não ajudaram no reconhecimento.

Punição

A punição ao racismo está prevista tanto no Código Brasileiro de Justiça Desportiva e no Código Disciplinar da Fifa. No CBJD, o artigo 243-G prevê pena de 5 a 10 partidas se o ato for praticado por atleta ou membro da comissão técnica. Assim, se o infrator for outra pessoa, o tempo de exclusão pode ser de 120 a 360 dias. Todavia, além de multa de R$ 100 a R$ 100 mil. O clube também pode perder os pontos de uma partida se o crime for cometido por um grupo de torcedores.

LEIA MAIS

Vasco apresenta nova camisa com referências à luta contra o racismo; veja detalhes