Khabib recusa luta contra Tony Ferguson em Las Vegas

Russo entrou em rota de colisão com a Comissão Atlética de Nevada após o UFC 229

Victor Martins
Um homem que acredita ser jornalista, escritor e 'chato'. Decidam vocês qual será a opção escolhidaFormado na Universidade Metodista de São Paulo. No Torcedores desde 2016 ou algo pareciod.

Crédito: Divulgação/Facebook Oficial UFC Brasil

Khabib Nurmagomedov deve voltar a lutar pelo UFC no começo de 2020, provavelmente contra Tony Ferguson. Mas o local do possível duelo pode ser um motivo de impasse entre o campeão dos leves do UFC e a organização.

Você conhece o canal do Torcedores no YouTube? Clique e se inscreva!
Siga o Torcedores também no Instagram

Em evento de perguntas e respostas nesta semana em Moscou, ‘The Eagle’ afirmou que não quer que a luta contra Ferguson seja em Las Vegas, conforme seria desejo do Ultimate. O motivo: as punições que sofreu por causa da confusão no UFC 229 com o time de Conor McGregor.

“Estamos conversando sobre a luta com o Tony em março. O UFC quer em Las Vegas, mas eles tem que me pedir desculpas por me multarem pelo que aconteceu em outubro passado”, disse Khabib.

A ‘rusga’ do campeão seria com o fato de que acreditar que McGregor teria sido punido de forma mais branda que ele, em especial devido à série de provocações que este fez contra ele desde as coletivas de promoção do card.

Se a luta não for em Las Vegas, Khabib oferece Nova York como alternativa para o duelo. Curiosamente, ambos deveriam lutar na cidade em 2019, mas uma lesão de Ferguson impediu o duelo no UFC 223, marcado por outra confusão envolvendo o russo e o irlandês.

“Se eles me pedirem desculpas, posso lutar em Vegas. Se não, posso escolher outro lugar, como Nova York, em abril. Estarei pronto para lutar em abril em Nova York”, disse.

LEIA MAIS

Colega de Khabib provoca McGregor: “Ele não é mais o mesmo”

(Crédito da foto: Divulgação/Facebook Oficial UFC Brasil)