Lembra dele? Sem atuar há seis anos, Gabriel ainda pertence ao Grêmio e tem situação avaliada por médico

Defensor sofreu uma lesão no joelho em 2013 e estima-se que, desde então, fez mais de quatro cirurgias

Eduardo Caspary
Jornalista formado pela PUCRS em agosto de 2014. Dupla Gre-Nal.

Crédito: Foto: Lucas Uebel/Grêmio

Um dos grandes mistérios atuais no Grêmio é o zagueiro Gabriel. Depois de algum tempo, seu nome voltou à pauta na entrevista coletiva concedida pelos médicos do clube na última sexta-feira. Contratado junto ao Lajeadense em 2013, o jogador rompeu os ligamentos do joelho e nunca mais conseguiu entrar em condições de atuar.

Você conhece o canal do Torcedores no Youtube? Clique e se inscreva!
Siga o Torcedores também no Instagram

Renato Portaluppi também era o treinador em 2013, quando Gabriel vinha ganhando espaço no time até romper os ligamentos em um treinamento em Salvador, na Bahia. Saiu carregado de campo, passou por cirurgia nos dias seguintes e ficou o restante da temporada de fora. O que se comenta é que o pós-operatório gerou complicações através de uma infecção e retardou todo o processo de volta aos gramados. Na época, ele tinha 24 anos.

“O Gabriel já vem há algum tempo com um pós-operatório complicado. O procedimento não foi realizado pelos médicos que estão no Grêmio agora, foram outros médicos. Ele teve uma infecção forte que resultou em um pós-operatório complicado e que levaram ele a uma dificuldade de retorno aos gramados”, comentou o médico Paulo Rabaldo.

O profissional não descarta que Gabriel possa voltar a atuar, mas não mostra otimismo quanto ao futuro do atleta – o contrato atual com o tricolor vai até dezembro:

“Até hoje se trabalha a possibilidade dele voltar a jogar. Porém, isso é uma questão de tempo. Não opinamos muito nisso porque foi uma lesão muito grave”.

Como forma de dar respaldo ao jogador na sua recuperação, sem “abandoná-lo”, o Grêmio o comprou junto ao Lajeadense e dá todo suporte nas atividades físicas necessárias. Mas Gabriel, nas vezes em que é visto, se mostra ainda fora de forma, sem uma perspectiva clara de retorno. Nas conquistas recentes do clube, ele esteve nas comemorações ao lado dos companheiros.

LEIA MAIS:

Lugano revela que era o “homem do cofre” do Grêmio e explica o que não deu certo

Muita influência? D’Ale diz que é só funcionário do Inter, mas diz o que mudaria se “mandasse” no clube

Duda Kroeff elogia o Flamengo, defende Paulo Victor e opina: “Derrota até certo ponto normal”

Siga o autor:

No YouTube

No Instagram