Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Mark Hunt perde processo contra UFC e se revolta com resultado

Lutador neozelandês não conseguiu convencer juízes a lhe dar resultado favorável em processo contra o Ultimate

Victor Martins
Um homem que acredita ser jornalista, escritor e 'chato'. Decidam vocês qual será a opção escolhida.Formado na Universidade Metodista de São Paulo. No Torcedores desde 2016 ou algo parecido.

Crédito: Reprodução/Facebook Oficial UFC

O processo de Mark Hunt contra o UFC teve seu capítulo final nesta semana. Um juiz de um tribunal do estado de Nevada (EUA) deu ganho de causa ao Ultimate na ação movida pelo lutador contra a entidade.

Hunt havia processado a organização, Dana White e Brock Lesnar acusando o trio de ‘fraude’ e de condutas ilegais no casamento da luta entre ambos para o UFC 200 e vencida por Lesnar, que teve resultado antidoping positivo confirmado após o duelo.

O ‘Super Samoan’ alegava que o Ultimate havia agido em conluio com o astro da luta livre para que permitisse que lutasse no evento dopado. Para poder enfrentar o neozelandês, Lesnar recebeu uma isenção do período mínimo em que um lutador tem de submeter aos exames antidoping para poder lutar.

Em fevereiro, a maioria da ação foi rejeitada nos tribunais, com uma peça restante, na qual havia a alegação de que o UFC havia agido de ‘má-fé’ ao casar o duelo, a ser julgado. Nas redes sociais, o neozelandês disparou contra o Ultimate.

“Tentei lutar num campo justo mas os trapaceiros do UFC e do Dana White e seus bilhões mais uma vez ferraram com alguém. Alguém vai morrer um dia contra um cara que usa esteroides. E a sua companhia de m**** terá a culpa. Espero que vocês queimem no inferno”, escreveu Hunt, que recentemente deixou o Ultimate.

LEIA MAIS

“Me sinto incrível”, diz Randy Couture após se recuperar de ataque cardíaco

(Crédito da de foto: Reprodução/Facebook Oficial UFC)

As melhores notícias de esportes, direto para você