Nova temporada da Fórmula E estreia no FOX Sports com Massa e Di Grassi

Canal FOX Sports 2 transmite ao vivo na sexta e no sábado o E-Prix de Ad Diriyah, na Arábia Saudita

Carlos Henrique Correia
Colaborador do Torcedores

Crédito: Reprodução / Facebook Oficial Fox Sports

O E-Prix de Ad Diriyah, na Arábia Saudita, abre a 6ª temporada do campeonato com duas corridas, que serão transmitidas nas manhãs de sexta-feira (22) e sábado (23) com exclusividade pelo FOX Sports 2. A emissora é número 1° lugar no país em horas de transmissão de provas de automobilismo.

Esportes de graça e ao vivo por 1 mês? Conheça o DAZN Brasil!

Você conhece o canal do Torcedores no Youtube? Clique e se inscreva!
Siga o Torcedores também no Instagram

Felipe Massa, piloto da Venturi, e Lucas di Grassi, da ABT Schaeffler Audi Sport, campeão da temporada 2016/17, serão os destaques brasileiros na categoria.

No time de narradores e comentaristas, estão os experientes Téo José, Thiago Alves, Rodrigo Mattar, Edgar M. Filho, Felipe Motta e Flávio Gomes.

A estratégia do canal é, além de transmitir as provas, levar ao telespectador notícias e curiosidades antes e depois e manter em sua programação tanto na TV quanto no Digital uma série de conteúdos exclusivos sobre o campeonato.

Boost aos brasileiros em votação pública

O campeonato da FIA é disputado com carros movidos à energia elétrica e uma das atrações da corrida é o fan boost. Trata-se de uma carga adicional de bateria oferecida apenas para os cinco pilotos mais votados pelos fãs, entre 24 participantes.

A votação para o E-Prix de Ad Diriyah está aberta no site oficial do evento: https://fanboost.fiaformulae.com/

É possível, ainda, votar pelo Twitter ao usar de forma conjunta, as hashtags  #FANBOOST + #NomedoPiloto.

Assista ao E-Prix de Ad Diriyah na estreia da 6ª temporada da Fórmula E:

22/11 SEXTA-FEIRA

FOX Sports 2 – E-Prix Ad Diriyah, Arábia Saudita às 8h30 (corrida 1 da temporada)

23/11 SÁBADO

FOX Sports 2 – E-prix Ad Diriyah, Arábia Saudita às 8h30 (corrida 2 da temporada)

LEIA MAIS

Colunistas Torcedores opinam: saldo da Seleção Brasileira em 2019 foi positivo ou negativo?