Palco da final da Sul-Americana recebe últimos retoques em Assunção

Final será em jogo único no moderno estádio Nueva Olla, casa do Cerro Porteño

Carlos Lemes Jr
Colaborador do Torcedores

Crédito: Divulgação/Conmebol

Estádio foi inaugurado em agosto de 2017, a um custo de 22 milhões de dólares (cerca de R$ 69 milhões), o que corresponde a 5% do preço do Maracanã (R$ 1,2 bilhão), segundo o globoesporte.com, noticiou na época. O gramado para a final está um “tapete” e o sistema de som do Nueva Olla está sendo testado. O campo pertence ao Cerro Porteño, um dos clubes mais tradicionais do Paraguai.

Esportes de graça e ao vivo por 1 mês? Conheça o DAZN Brasil!

Conhece a TV Torcedores? Clique e se inscreva!

Acompanhe o Torcedores no Instagram

Outro detalhe interessante sobre o palco da decisão da Sul-Americana, é que a construção dele foi realizada por  40 torcedores da principal torcida organizada do Cerro. Além disso, o gramado é composto por retalhos de gramas utilizados nas arenas feitas para Copa do Mundo de 2014, no Brasil. O estádio tem o nome oficial de  Estádio General Pablo Rojas e tem capacidade inicial para 32.910 espectadores.

Para inaugurar a nova casa, o Cerro Porteño enfrentou o Boca Juniors. Os argentinos venceram o amistoso por 2 a 1: Wilbar Barrios e Gonzalo Maroni fizeram para o Boca, enquanto Churín marcou para os paraguaios.

A final da Sul-Americana acontece em jogo único entre Indepediente Del Valle do Equador e Colón da Argentina, nesse sábado, 9 de novembro, às 17h30.

LEIA MAIS

Raphael Claus apitará a final da Copa Sul-Americana