Pesquisa aponta que 21% dos torcedores brasileiros se demitiriam para viajar por time do coração

Na América Latina ninguém é mais fanático do que os brasileiros, 21% largariam o emprego para viver uma viagem dos sonhos

Samuel de Brito
Colaborador do Torcedores.com.

Crédito: Divulgação / Flamengo

Que o futebol é uma paixão nacional todo mundo sabe. Que ele movimenta milhares de pessoas por ano, também. Mas será que ele é capaz de fazer um torcedor pedir demissão do emprego para fazer uma viagem internacional e assistir a um jogo decisivo do seu time? A resposta é sim! Pelo menos, para 21% dos brasileiros que gostam de esporte, é o que aponta um levantamento do site Booking.

Foram ouvidas 22.603 pessoas em 29 mercados e revela que, a nível mundial, 18% dos entrevistados deixariam o trabalho para viver uma viagem dos sonhos, o número aumenta para 26% entre os que tem 18 a 34 anos. Na América Latina ninguém é mais fanático do que os brasileiros, 21%, seguidos pelos argentinos (18%), mexicanos (18%) e colombianos (15%).

Pelo futebol, 69% dos entrevistados no mundo inteiro revelaram que, ao menos uma vez na vida, já fizeram uma viagem para fora da região em que moram por causa de um jogo do time do coração. O índice cai consideravelmente quando se trata de outros esportes: basquete (20%) e tênis (17%) aparecem na sequência.

O estudo mostrou ainda que 87% do total de entrevistados já fizeram viagens dessa forma no ano passado. Além disso, 56% viajou tanto dentro, quanto fora do país de origem para acompanhar time ou atleta do coração.

Esse levantamento foi divulgado dias antes da final da Libertadores, entre Flamengo e River Plate, em Lima, no Peru. Tanto no Brasil, quanto na Argentina, inúmeros torcedores compraram passagens e ingressos para a capital peruana.

LEIA MAIS