Péssimo desempenho de Atlético-MG e Cruzeiro têm nomes e cargos

Os mineiros fazem péssima temporada e todos os problemas mesmos que diferentes tem na diretoria o principal culpado

Daniel Magalhães
Colaborador do Torcedores

Crédito: Twitter @camara_sette e @Cruzeiro

Diretoria! Eles são os principais os principais culpados da atual fase dos clubes mineiros. Afinal as cúpulas dos times de Minas vem cometendo erros atrás de erros, alguns até cometeram crimes. Vamos separar os erros de cada diretoria, pois os erros de administração do Atlético-MG são totalmente diferentes dos equívocos cruzeirenses.

Principais erros da diretoria do Atlético-MG

A cúpula alvinegra montou um elenco de muito baixo nível, jogadores como Maicon Bolt, Geuvânio, David Terans, Lucas Hernandéz, Zé Welisson. Além desses jogadores tecnicamente muito fraco, também montou um elenco com média de idade bastante elevada. Jogadores como Elias, Rever, Fabio Santos, Ricardo Oliveira. Isso faz com que dentro de campo o Galo seja um time sem intensidade. Além disso também tem as várias escolhas erradas pelo comando técnico. Começou o ano com o ultrapassado Levir Culpi, o que fez com fosse eliminado precocemente da Libertadores. Contudo, Levir foi demitido e começou uma procura por técnicos com Thiago Nunes, Osório, entre outros nome.

Enquanto não achava um técnico, Rodrigo Santana seguia vencendo jogos como interino, se manteve no cargo até a parada da Copa América. Onde naquele momento era terceiro colocado do campeonato. Chegou as semi-finais da Sul-Americana. Mas com a eliminação nesta mesma fase, e uma grande sequência de derrotas fez com que fosse demitido mais um treinador. Não contente em demitir um treinador que tirou o máximo do time, mas que por limitações técnicas dos jogadores não foi a frente. Contratou o técnico Wagner Mancini que acumula 6 rebaixamento na carreira e não sabe se quer ser treinador ou dirigente.

A diretoria atleticana erra muito em decisões técnicas, o diretor de futebol Rui Costa não faz um bom trabalho até o momento e gastou bastante dinheiro em jogadores descartáveis com Ramon Martinez e Lucas Hernandéz. O mais um ano sem conquistar nada, porque tem um planejamento pífio e fraco.

Crédito: Twitter @Atletico

Principais erros da diretoria do Cruzeiro

Já a diretoria do cruzeiro cometeu erros diferentes das do rival. Afinal a crise institucional que explodiu dentro do clube é a maior crise administrativa de todos os tempos. O então presidente Wagner Pires de Sá e seu Vice Itair Machado que comandava o futebol. Montaram um grande time, um time que disputaria todos os títulos, jogadores como Rodriguinho, Pedro Rocha, Fred, Thiago Neves, Fábio, Dedé, entre outros. Mostravam a todos que a temporada do clube seria muito melhor que a do ao anterior que já havia sido muito boa com o título da Copa do Brasil.

Só que não esperávamos uma reportagem feita pelos repórteres Rodrigo Capelo e Gabriela Moreira, que mudaria o rumo do Cruzeiro na temporada. Essa matéria mostrava inúmeras irregularidades financeiras e administrativas que também atingiriam o clube dentro de campo. Essa reportagem colocou o clube as vessas dentro e fora de campo. Isso fez com que o time até então dirigido por Mano Menezes que já vinha com alguns resultados ruins. Piorasse consideravelmente, principalmente no campeonato brasileiro onde começou a figurar na zona de rebaixamento. Eliminações nas copas Libertadores e de Copa do Brasil fez com Mano Menezes fosse demitido. Pós demissão, a procura por treinador foi rápida, e logo contrataram Rogério Ceni.

Ceni chegou querendo mudar tudo e com uma filosofia de jogo totalmente diferente do antigo treinador. Isso fez com que jogadores com Thiago Neves, Dedé, Robinho, Egídio e Fred se voltassem contra o comandante. Rogério teve apenas 8 jogos no comando do Cruzeiro e foi derrubado por jogadores que não se deram bem com o treinador. Dessa vez a diretoria errou em demitir o treinador. Pois os  jogadores não demonstravam desempenho nem vontade para com o clube, mas como sempre o elo mais fraco é o treinador. ele acabou sendo mandado embora.

Era Abel

Após a demissão de Ceni, a diretoria cruzeirense foi atrás de um treinador que acalmasse o vestiário, foi contratado o Abel. O treinador entrou e os resultados eram os mesmos, esses resultados se repetiram até quando a cúpula composta por Wagner Pires de Sá e Itair Machado fosse destituídas de seus cargos. E assumiu Zezé Perrella, até então diretor do conselho deliberativo do clube. A partir daí o clube deu uma melhorada dentro de campo, coincidência ou não os salários atrasados foram colocados em dia. Contudo a equipe ainda não se livrou do rebaixamento. E é a primeira equipe fora da zona e tem jogos difíceis pela frente. O que faz com que o clube fique esperto, afinal só faltam 8 rodadas para o fim do campeonato.

Jogadores Cruzeirenses

Créditos: @Cruzeiro

Leia Mais: Libertadores: Conmebol tem Assunção e Miami como “plano B” para final entre Fla e River, diz jornal