Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Por Centurión, São Paulo ainda deve R$ 8,4 milhões para empresário, diz site

Empresário que emprestou dinheiro em 2015 diz que não há atrasos no pagamento mensal da dívida

Wesley Alencar
Jornalista."Foi difícil chegar onde cheguei, mas ainda não cheguei a lugar nenhum" - Lucas Silva, Flamengo

Crédito: Reprodução / Instagram Oficial São Paulo FC

Vivendo momento ruim dentro de campo, após duas derrotas seguidas em casa, o São Paulo também não vive dias melhores fora dele. As finanças do clube passaram a ser alvo de maior atenção por parte de jornalistas, torcedores e membros do conselho diretivo por conta das dívidas contraídas nos últimos anos. Uma delas é a que custeou a vinda do argentino Ricardo Centurión para o Morumbi.

Segundo o UOL Esporte, o clube deve a Vinícius Pinotti, ex-diretor executivo do clube, cerca de R$ 8,4 milhões por conta da vinda do atacante. Isso porque, em 2015, enquanto apenas sócio do clube, Pinotti emprestou ao São Paulo R$ 12,7 milhões para que 70% dos direito de Centurión fossem adquirido junto ao Racing-ARG, por 4 anos. À época do negócio, Carlos Miguel Aidar era o mandatário do clube de três cores.

Você conhece o canal do Torcedores no Youtube? clique aqui e se inscreva!

Siga o Torcedores também no Instagram! 

Dois anos depois da vinda, o São Paulo vendeu Centurión para o Genoa, da Itália, por R$ 12,9 milhões, tendo ainda 10% dos direitos do jogador numa futura transferência do atleta. Já na era Leco, o clube acertou o parcelamento da dívida, que naquele momento era de RS 21 milhões por conta de aportes anteriores e da correção de acordo com o IGPM (Índice Geral de Preços do Mercado), o clube ficou de pagar 60 parcelas até o final de 2021.

Com isso, atualmente, o Tricolor paga ao empresário cerca de R$ 350 mil, faltando quitar ainda mais de R$ 8 milhões nos próximos dois anos. Ainda segundo a reportagem, Vinícius Pinotti confirmou que o clube faz o pagamento regular da dívida.

Vinícius Pinotti chegou a ser dirigente do São Paulo em 2017, no cargo que atualmente é de Raí, como dirigente de futebol. No final daquele ano, por conta de uma temporada com resultados muito ruins, marcado pela fuga do rebaixamento, Pinotti pediu desligamento da função. Já Centurión, defende hoje o Atlético San Luís, do México, e pelo Tricolor fez 55 partidas, marcando 6 gols e dando outras 7 assistências.

LEIA MAIS:

As melhores notícias de esportes, direto para você