Por que ESPN e Fox Sports poderão se fundir no Brasil?

Emissoras devem passar por processo no ano que vem e criar uma empresa ainda maior

Matheus Camargo
Colaborador do Torcedores

Crédito: Reprodução

Um negócio bilionário envolvendo a indústria cinematográfica, cultural, televisiva, especialmente nos Estados Unidos, mas que vai respingar até mesmo no Brasil. Esse é o motivo da provável fusão entre os canais ESPN, que pertence à Disney, e o Fox Sports.

Cartão de crédito sem anuidade? Abra sua conta Meu BMG agora!

Você conhece o canal do Torcedores no YouTube? Clique e se inscreva!
Siga o Torcedores também no Instagram

Como tudo começou?
A Disney iniciou a compra da Fox nos Estados Unidos no ano passado e viu um imbróglio travar o negócio, já que nem todos os países tem o mesmo código jurídico para negócios que envolvem tamanho valor.

A empresa do Mickey pagou cerca de 72 bilhões de dólares (R$304 bilhões) por toda a área de entretenimento da Fox e só conseguiu confirmar a negociação quando uma série de entidades reguladoras de vários países aceitou a compra.

Qual é a relação do Brasil com Disney e Fox?
Porém, no Brasil, o processo é um pouco mais complicado. Um dos problemas passa exatamente pelas emissoras esportivas, duas das três mais assistidas da TV paga: a ESPN e o Fox Sports.

A Disney tentou por mais de um ano vender o Fox Sports, mas as exigências do Cade (Conselho Administrativo de Defesa Econômica) de que o comprador teria que assumir todo o corpo de funcionários e os direitos de transmissão afastou os interessados.

Quem fica e quem sai das emissoras?
A tendência é que, sem a venda do Fox Sports, a ESPN assuma a liderança das operações e incorpore alguns funcionários da ex-concorrente.

Sem a compra, alguns nomes importantes da emissora devem perder espaço e serem desligados.

Quando deve ser realizada a fusão?
No ano que vem. Até o meio de 2020 deve ser o prazo do Cade para decretar a fusão de ambas as emissoras no Brasil.

Quem fica com os direitos de transmissão da Fox?
A ideia é que a ESPN incorpore tudo o que for relacionado ao Fox Sports, mas nada é garantido quanto aos direitos de transmissões dos campeonatos exclusivos.

Leia mais:
BBC anuncia transmissão de final da Libertadores em TV aberta para a Inglaterra