Presidente da Conmebol explica escolha por Lima e pede desculpas por mudança de sede da final da Libertadores

A um dia da final da Libertadores, Alejandro Domínguez deu dois motivos para explicar saída de Santiago

Matheus Camargo
Colaborador do Torcedores.com.

Crédito: Divulgação/Conmebol

O presidente da Conmebol, Alejandro Domínguez, explicou em entrevista ao jornal Lance! o motivo da entidade ter escolhido Lima, no Peru, para a final da Libertadores após a decisão de tirar a partida de Santiago, no Chile, após uma onda de protestos contra o governo.

Cartão de crédito sem anuidade? Abra sua conta Meu BMG agora!

Você conhece o canal do Torcedores no YouTube? Clique e se inscreva!
Siga o Torcedores também no Instagram

“Foi um fator muito importante (a capacidade do Estádio Monumental de Lima, o maior da América do Sul), porém um fator muito mais importante do que isso foi a decisão política do governo apoiar”, explicou o mandatário da confederação.

Flamengo x River Plate entram em campo no sábado (23), às 17h30 (horário de Brasília) e a peregrinação até a capital peruana tem sido maciça por partes de ambas as torcidas.

Com a mudança, muitos torcedores não conseguiram trocar suas passagens e ficaram fora da final, o que gerou um pedido de desculpas por parte de Domínguez.

“Pedimos desculpas a todos por esta questão, mas foi por um motivo de força maior”, se explicou o presidente da Conmebol.

“Nós sempre temos a esperança de que a situação fosse se normalizar. Tivemos uma reunião prévia com os quatro semifinalistas, onde passamos as informações sobre a final única. Com o conhecimento do que está se vivendo no momento, creio que a mudança para Lima foi a decisão mais responsável.”

A decisão por Lima, mesmo com a explicação de Domínguez, causou estranheza. A capital peruana ganhou a final da Libertadores poucos meses após ter perdido a final da Sul-Americana para Assunção. O chefe da Conmebol se explicou.

“Na realidade, Lima ganharia (como sede) da final Sul-Americana, mas com a mudança na presidência da federação, não tínhamos interlocutor para levar adiante tudo o que se necessita para uma final desta envergadura”, apontou ao Lance!.

“As condições não eram mais possíveis no Chile, então o que fizemos, diante de várias cidades que se ofereceram para receber esta primeira final única, chegamos à conclusão com os clubes que o local mais adequado seria Lima.”

Leia mais:
Por que ESPN e Fox Sports poderão se fundir no Brasil?