Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Presidente de clube da Série A revela acordo com Geninho para 2020

Técnico do Vitória, que assumiria o departamento de futebol no Avaí, diz que ainda vai definir o futuro com a família após o fim da Série B

Patrick Monteiro
Repórter do Torcedores com passagens por: jornal O Fluminense (Niterói/RJ) e diário Lance. Comentarista e narrador na extinta Rádio Fluminense AM 540, onde apresentou os programas "Futebol Internacional" e "Jornada Esportiva". Ex-colunista do site Chelsea Brasil. Cobriu, in loco, a Copa do Mundo FIFA 2014, incluindo a grande final (Alemanha x Argentina), entre outros eventos, como Rio Open de tênis, Copa Brasil de Vela e Conmebol Libertadores.

Crédito: Divulgação/Facebook/Esporte Clube Vitória

Sem riscos de rebaixamento, o Vitória respira aliviado na Série B, após triunfar sobre o Operário, na terça-feira (19), por 2 a 1, com gol nos acréscimos, em duelo fora de casa, pela penúltima rodada. Mas pode começar a ter de buscar outro treinador no mercado. Nesta quarta, o presidente do Avaí revelou ter um acordo com Geninho para que ele assuma a função de diretor de futebol no clube da Ressacada. 

“O Geninho tinha assumido um compromisso comigo. Ontem (terça) ele teve a permanência do Vitória confirmada na Série B. Acredito que ele vá cumprir o acordado. Se vier, vai ser um cara de muita ajuda para nós. É uma pessoa que entende de futebol, sabe dominar o vestiário. O que acho que o Avaí está precisando é de uma pessoa de pulso firme dentro do vestiário, que não seja o treinador, para cobrar dos atletas”, disse Francisco Battistotti à Rádio Guarujá. 

No entanto, em entrevista exclusiva ao repórter da TV Bahia, Thiago Mastroianni, horas antes da declaração do dirigente dos catarinenses, Geninho admitiu ter recebido contatos e considerou a possibilidade de mudar de clube e cargo. 

“Fico contente de ver o torcedor querendo que eu fique. Mas ainda não tenho definida a minha situação, o que vou fazer da minha vida para o ano que vem. Vou esperar terminar o campeonato, sentar com a família, que vai ter um peso muito grande do que vou fazer. Tenho sondagens de outras equipes. Algumas querem que eu vire diretor (risos). Acho que eu tenho que ter calma para decidir. Agora é hora de curtir essa realização do trabalho”, argumentou o treinador. 

O Rubro-Negro cumpre tabela na rodada final da Segunda Divisão no próximo dia 30 (sábado), contra o Coritiba no Barradão. Já o Avaí, após o empate com o Cruzeiro, na segunda-feira (18), em Belo Horizonte, não tem mais chances de evitar a queda na Série A do Campeonato Brasileiro. No domingo (24), o lanterna da competição recebe a ameaçadíssima Chapecoense no clássico estadual do fim de semana. 

Leia também!

Florida Cup tem mudança de equipes e Corinthians e Palmeiras terão novo adversário

Rafael Oliveira: Os desafios e riscos de Mourinho no Tottenham