Quase dois meses depois, Sobis fala pela primeira vez sobre drible de Cirino: “Eu não era nem para estar ali”

Na reta final do segundo tempo contra o Ceará, Sobis fez os seus primeiros minutos em campo sob comando de Zé Ricardo

Eduardo Caspary
Jornalista formado pela PUCRS em agosto de 2014. Dupla Gre-Nal.

Crédito: Foto: Reprodução/TV

Rafael Sobis, enfim, resolveu falar. Após a derrota do Inter por 2×0 para o Ceará nesta quinta-feira, fora de casa, pelo Brasileirão, quando entrou na vaga de Paolo Guerrero já na reta final, o atacante desabafou sobre as críticas de que teria “abandonado” mais cedo o time no Gre-Nal de domingo e comentou, pela primeira vez, o polêmico lance envolvendo Edenilson e Marcelo Cirino na final da Copa do Brasil.

Você conhece o canal do Torcedores no Youtube? Clique e se inscreva!
Siga o Torcedores também no Instagram

Com o placar em 1×1 já na reta decisiva do jogo da volta contra o Athletico, no Beira-Rio, o atacante do time paranaense aplicou uma bela jogada se livrando dos dois colorados, que foram acusados de uma suposta “desistência” do lance. Na sequência, Rony fez o gol do título para o Furacão dentro de Porto Alegre.

“Cara, aquele lance eu não era nem para estar ali. Eu sou atacante e fui tentar ajudar na marcação, pra retomar a bola. Se é um jogador europeu ou o lance acontece na Europa, todos iam elogiar o cara que deu o drible. Mas como é aqui… nós tomamos o drible, foi isso”, disse Sobis.

Edenilson, dias depois do jogo, usou uma das suas redes sociais para se explicar. Já Sobis, ainda nesta quinta, garantiu que “lances assim não vão mudar minha carreira” e avaliou que, em 2019, tem rendido mais do que “muita gente” esperava:

“Os meus números são bons, eu estou rendendo mais do que muita gente esperava. Tenho certeza disso. Quando chega essa hora de final de ano, perda de título, acham culpados. Quando eu falo, falo a verdade. Talvez isso dê um “boom” maior. Mas eu sou bem consciente do que eu faço. Trabalho todos os dias, sendo um dos primeiros a chegar e um dos últimos a sair. Não são lances assim que vão mudar a minha carreira ou que essa terceira passagem no Inter vai ser difícil, jamais. Está tudo bem. E da minha parte não vai ter polêmica alguma”.

Logo depois da perda do título, o presidente Marcelo Medeiros defendeu os seus jogadores:

Com contrato até dezembro, Sobis deixou bem claro que pretende renovar e seguir no clube que se consagrou sendo bicampeão da Libertadores: “Eu vim pra morrer aqui”.

LEIA MAIS:

Guilherme Parede se irrita com nova derrota do Inter: “Temos que ter vergonha na cara”

Ex-Grêmioirrita D’Alessandro e outros jogadores do Inter em vitória do Ceará: “No 0x0 estava pianinho”

Torcedora admite que quis “viralizar” ao tirar roupa na Arena e jornalista abandona programa ao vivo

Siga o autor:

No YouTube

No Instagram