Rossi exalta Luxemburgo em empate contra o Flamengo e ‘indica’ partida para técnico do River Plate assistir

Flamengo e Vasco empataram pelo placar de 4×4, em jogo válido pela 34ª rodada do Campeonato Brasileiro. O atacante Rossi falou após a partida

Diego Lucio Castro de Oliveira
Colaborador do Torcedores.com.

Crédito: Reprodução/Twitter

Jogaço! Flamengo e Vasco protagonizaram um verdadeiro espetáculo na noite desta quarta(13) no Maracanã. Empate por 4×4 em jogo cheio de reviravoltas. Um dos protagonistas da partida, mais uma vez foi o atacante Rossi do Vasco.

Conheça a 1xBet:

Um novo jeito de fazer sua aposta esportiva!

A história mais bonita do futebol agora tem um banco. Faça parte do meu BMG Vasco!

Você conhece o canal do Torcedores no YouTube? Clique e se inscreva!
Siga o Torcedores também no Instagram

Rossi falou sobre o resultado, sobretudo, exaltando seu comandante, Vanderlei Luxemburgo.

Muito orgulhoso de ser treinado pelo professor. Ele foi sinistro. Fez uma excelente estratégia. Colocou eu e Marrony nas costas dos volantes. Agora é almejar coisas maiores nesta resta final.

Ele completou falando da postura do time do Flamengo com a vantagem e mais uma vez exaltou Luxa.

O professor pilha muito a gente antes do jogo. Eles fizeram um gol e acharam que fariam mais dois ou três. Falo mais uma vez, o professor fez a estratégia perfeita.

Rossi finalizou, ‘indicando’ a partida do Vasco, para o River Plate, adversário do Flamengo na final da Libertadores.

Se o treinador do River assistir ao jogo vai tirar proveito desse jogo. Ou então pegar o telefone do professor antes da final.

O Vasco volta a campo na próxima segunda(18), quando enfrenta o Goiás em São Januário. O Gigante da Colina chegou aos 43 pontos e está na 10ª colocação do Brasileirão.

LEIA MAIS
Flamengo 4 x 4 Vasco: assista aos melhores momentos do jogaço do Brasileirão

Após empate contra o Flamengo, internautas rasgam elogios a Luxemburgo

Luxemburgo exalta Ribamar em reação do Vasco e relembra torcedor que o provocou em avião: “É um babaca!”