Após André Gomes quebrar a perna, Son foi alvo de suposto ataque racista; Everton irá investigar o caso

Arquibancadas do Goodison Park reagiram de maneira hostil após forte entrada de Son no volante português

Bruno Romão
23 anos, estudante de Jornalismo, amante da escrita, natural de Campina Grande (PB) e um completo apaixonado por futebol. Contato: bruno.romao.nascimento@gmail.com

Crédito: Reprodução

O camia 7 do Tottenham cometeu uma falta dura em André Gomes, que acabou com o jogador do Everton quebrando a perna. A reação do coreano foi de total desespero, mediante a situação do companheiro de profissão. Diante disso, nem percebeu que a reação de um torcedor da casa foi ofender o atleta adversário com insultos racistas.

Futebol de graça e ao vivo por 1 mês? Conheça o DAZN Brasil!

Você conhece o canal do Torcedores no Youtube? Clique e se inscreva!
Siga o Torcedores também no Instagram

Um aficionado foi flagrado puxando os olhos, fazendo referência a nacionalidade de Son, nascido na Coreia do Sul. Veja abaixo.

Diante das denúncias, o Everton resolveu se manifestar em suas redes sociais. O clube afirmou que repudia qualquer forma de racismo e que irá abrir investigações. Caso o torcedor seja identificado, poderá sofrer uma sanção severa.

”O Everton está investigando um suposto incidente de comportamento racista por um torcedor que compareceu ao jogo de hoje contra o Tottenham. Everton condena veementemente qualquer forma de racismo. Tal comportamento não tem lugar no nosso estádio, no nosso clube, na nossa comunidade ou no nosso jogo”, escreveu o clube.

LEIA MAIS