Visão de repórter: aniversariante brilha, torcida animada e apagões na Superliga Feminina

Pinheiros contou com atuação inspirada da aniversariante Karina Barbosa para derrotar o São Cristóvão/São Caetano, que contou com grande apoio da torcida e por pouco não venceu

Antonio Carlos Junior
Colaborador do Torcedores

Crédito: Antonio Carlos Jr

Em um jogo repleto de apagões das duas equipes, o Esporte Clube Pinheiros levou a melhor sobre o São Critóvão/São Caetano, neste sábado, no Ginásio Delenice Aparecida Oliveira, em São Caetano do Sul (SP). A equipe visitante venceu por 3 sets a 2 e conquistou a terceira vitória em seis rodadas da Superliga Feminina.

Você conhece o canal do Torcedores no Youtube? Clique e se inscreva!
Siga o Torcedores também no Instagram

Com quatro derrotas e nenhuma vitória na Superliga Feminina, o São Caetano surpreendeu ao começar a partida de maneira arrasadora. As meninas do Pinheiros não se encontraram em quadra no primeiro set e viram as donas da casa vencerem por 25 a 16 e animarem os torcedores.

Aniversariante iluminada

Após um primeiro set decepcionante, o técnico Sérgio Negrão sacou a ponta Priscila Souza e colocou a aniversariante Karina Barbosa em quadra. E no dia em que completou 21 anos, a ponteira brilhou. Logo em seu primeiro lance ela colocou a bola no chão para o Pinheiros. No lance seguinte outro ponto, dessa vez de bloqueio. Pouco depois, ela anotou o primeiro ace do jogo. Com 18 pontos (15 de ataque), Karina foi a faísca que acendeu a recuperação do time do Pinheiros no jogo.

Apagão dos dois lados

Com um primeiro set praticamente perfeito, era de se esperar que o São Caetano viesse com tudo. Entretanto, as atletas aparentemente perderam o foco e viram o Pinheiros vencer dois sets seguidos para tomar a vantagem. Aí foi a vez das pinheirenses relaxarem e deixarem o São Caetano voltar para a partida e levar para o quinto set.

Torcida empurrou até o fim

Não foi neste sábado que o São Caetano venceu a primeira na temporada 2019/2020 da Superliga Feminina. Mas, se depender da torcida, isso vai mudar em breve. Com a equipe perdendo por 2 sets a 1, o público – que não era muito grande – começou a fazer barulho e deu força extra para sua equipe, que venceu e levou o jogo para o quinto set. Quando o Pinheiros abriu cinco de vantagem, a torcida voltou a empurrar e quase levou a equipe a vitória.

LEIA MAIS

Em reencontro de Tandara com Osasco, Sesc Rio desequilibra no tie-break e bate as paulistas