Agência confirma punição e Rússia está fora da Olimpíada de Tóquio

Agência Internacional Anti-doping decidiu tirar a Rússia de competições internacionais por 4 anos. Mas russos podem recorrer da decisão tomada hoje

Aécio de Paula
Colaborador do Torcedores.com.

Crédito: Reprodução: YouTube/ COI

Aconteceu o esperado. A Agência Internacional Anti-doping (WADA), acatou a recomendação do Comitê de Revisão (CRC). Ou seja, a Rússia está, ao menos neste momento, fora dos Jogos Olímpicos de Tóquio, em 2020. É preciso deixar claro que a decisão pode mudar. Isso porque a decisão não é definitiva. Ou seja, a Rússia pode recorrer da decisão. Analistas dão como certo que isso irá acontecer. Seja como for, a decisão de hoje teve ares de golpe definitivo nas pretensões russas.

Você conhece o canal do Torcedores no Youtube? Clique e se inscreva!
Siga o Torcedores também no Instagram

As sanções impostas pela WADA não dizem que nenhum atleta russo pode competir. Isso deixa uma brecha para que os atletas limpos possam participar, mas sem representar a Rússia em competições internacionais. O documento da WADA foi aprovado por unanimidade. Eles questionam a participação de atletas russos em competições esportivas de alto nível. Entre as competições estariam os Jogos Olímpicos de 2020 e a Copa do Mundo de 2022.

A decisão do banimento da Rússia foi tomada em uma reunião em Lausanne, na Suíça na manhã desta segunda-feira (9). A reunião durou menos de uma hora e todos os membros concordaram com as resoluções. Seja como for, os russos têm 21 dias para entrar com recurso contra esta decisão. Caso eles não consigam reverter a decisão, eles estarão fora dos Jogos Olímpicos de Tóquio, em 2020 e fora dos Jogos Olímpicos de inverno de 2022.

O que acontece agora?

Com a decisão da WADA, uma notificação oficial será enviada para a RUSADA. A RUSADA é a agência antidoping da Rússia. O documento vai alegar que os procedimentos russos não estavam em conformidade com o código mundial antidopagem. De acordo com a agência internacional, a Rússia não forneceu cópias autênticas dos dados laboratoriais realizados em solo russo.

De acordo com o CRC, a Rússia manipulou vários dados antidopagem de seus atletas. Dessa forma, o assunto deverá seguir para o Tribunal de Arbitragem do Esporte para o julgamento final.

Quais são as punições para a Rússia?

Caso os possíveis recursos não sejam aceitos, a Rússia ficará impossibilitada de fazer várias coisas. Por exemplo, nenhum russo poderá fazer parte de nenhum conselho ou comitê olímpico internacional. Representantes do governo russo não poderão participar de Jogos Olímpicos, Paralímpicos ou mesmo de campeonatos mundiais.

A Rússia ficaria proibida de receber eventos internacionais. Essa é uma questão interessante. Isso porque São Petersburgo será uma das sedes da Eurocopa de 2020. Isso pode mudar caso a punição se concretize.

A Rússia também não poderá exibir sua bandeira em grandes eventos esportivos. Além disso, os atletas limpos da Rússia terão presunção de culpa. Ou seja, para participar de um grande evento sob bandeira neutra, um atleta seria considerado culpado. Dessa forma, ele teria que apresentar provas de sua inocência para ter o direito de competir.

LEIA MAIS

Atletismo: oficiais russos são acusados de obstrução em caso de doping