Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Após empréstimo, Jordi retorna ao Vasco e será avaliado por Vanderlei Luxemburgo

Jordi não conseguiu evitar o rebaixamento do CSA para a Série B

Wilson Pimentel
Jornalista esportivo desde 1998. Cobriu os principais eventos esportivos da última década. Passou pelas redações do SBT, Record TV, CNT, Esporte Interativo, Rádio Tupi, Rádio Brasil e Rádio Manchete. É correspondente de veículos de comunicação da Colômbia, Croácia, Paraguai e Portugal. Está no Torcedores.com desde 2019.

Crédito: Jordi tem o futuro indefinido no Vasco (Foto: Ascom /CSA)

 

Jordi está de volta ao Rio de Janeiro e ao Vasco. Após disputar o Campeonato Brasileiro pelo CSA, o goleiro de 26 anos retornou de empréstimo e será reintegrado ao clube, mesmo que ainda tenha o futuro indefinido. Em um primeiro momento, Jordi deverá se apresentar em janeiro para o início dos treinos visando à temporada de 2020. O técnico Vanderlei Luxemburgo irá analisar a situação.

Jordi, descontente com a reserva de Fernando Miguel, aceitou a saída para o CSA em abril, mas não conseguiu evitar o rebaixamento do CSA para a Série B do Campeonato Brasileiro. Nesse ínterim, sofreu 41 gols e disputou 29 jogos pelo time alagoano. O goleiro tem contrato com o Vasco até maio de 2021.

Você conhece o canal do Torcedores no YouTube? Clique e se inscreva!

Por outro lado, em São Januário, a percepção é que o jogador tem mercado dentro e fora do país. No momento, porém, algumas sondagens do Brasil não interessam ao clube, por conta do desejo da diretoria em conseguir uma compensação financeira para fortalecer os cofres do Vasco.

A diretoria trata Jordi como possível fonte de arrecadação, já que o considera com potencial para boas negociações com equipes estrangeiras. Em 2018, o jogador defendeu o Tractor Club, do Irã, onde entrou em campo em 18 oportunidades.

Siga o Torcedores também no Instagram

Recentemente, o Vasco foi sondado pelo Louletano, da terceira divisão portuguesa, que deseja Jordi por empréstimo de 6 meses. Vale ressaltar que tentar manter o jogador, o CSA fez proposta de transferência ao Vasco pelo goleiro. A oferta, nesse momento, foi recusada. Em entrevista ao Globoesporte.com, o presidente do CSA, Rafael Tenório, explicou que o goleiro está valorizado no mercado.

“O Jordi está retornando para o Vasco e tem proposta de outros clubes.”

No Vasco, Jordi será mais uma opção do setor para o técnico Vanderlei Luxemburgo. Atualmente, o clube conta com Sidão, Alexander e João Pedro para a posição, sendo que Fernando Miguel, é o titular absoluto.

A carreira

Jordi foi contratado pelo Vasco em meados de 2010, após se destacar nas divisões de base do Volta Redonda. Em 2013, foi um dos heróis na conquista da Taça BH de Futebol Júnior. Ele defendeu quatro penalidades, sendo uma delas na finalíssima da competição, contra o Vitória-BA.

Por isso, no ano seguinte foi promovido aos profissionais do Vasco pelo ex-técnico Joel Santana. Ele estreou contra o Luverdense pela Série B do Campeonato Brasileiro. Apesar de ter recebido outras oportunidades no time principal, Jordi nunca conseguiu provar de que seria capaz de desbancar Martin Silva e Fernando Miguel. Somando o período entre 2014 e 2019, o goleiro disputou 27 jogos, sofreu 39 gols e foi campeão carioca em 2015 e 2016.

Jordi em ação pelo Vasco

Jordi teve poucas oportunidades no Vasco (Foto: Carlos Gregório Jr /Vasco)

LEIA MAIS:

Futebol: Vasco pode usar jogadores de peso como moedas de troca na busca por reforços para 2020

Futebol: Nenê aceita reduzir salário para continuar no Fluminense em 2020

Futebol: Fluminense anuncia “limpa” no elenco e dispensa três jogadores

Futebol: Salário por produtividade, despedida, estágio e novo cargo: os planos do Fluminense para Fred em 2020

Futebol: Atlético-MG solicita retorno de Gabriel; Botafogo tenta manter zagueiro