Bayern estuda entrar nos eSports; PES é a preferência, enquanto FIFA sequer é citado

CEO do clube anuncia volta de estudos para Bayern entrar no mundo dos games

Willian Ferreira
Colaborador do Torcedores

Crédito: Twitter/Reprodução

Mais uma grande equipe do futebol mundial está estudando entrar no mundo dos eSports. Trata-se do Bayern, atual heptacampeão da Bundesliga (Campeonato Alemão). O assunto, porém, não é uma novidade no clube de Munique.

Você conhece o canal do Torcedores no YouTube? Clique e se inscreva!
Siga o Torcedores também no Instagram

Em outros tempos, o Bayern cogitou inaugurar um clube para jogos cibernéticos. Uli Hoeness, atual presidente do clube, porém, vetou a ideia. Agora, ela voltou por meio de outro dirigente – que também é ídolo bávaro. Karl-Heinz Rummenigge, CEO do atual heptacampeão alemão, aliás, concedeu entrevista à revista Kicker sobre o assunto. “Estamos em discussões finais, posso imaginar que estaremos nos jogos de futebol de eSports inclinados para a frente. Queremos ganhar experiência no campo e tomaremos uma decisão oportuna”, avaliou, não escondendo que o tema ainda é pouco explorado internamente.

No fim de semana dos dias 30 de novembro e 01 de dezembro, o Bayern sediou um campus digital. Por conta disso, o assunto voltou à baila.

PES à frente do FIFA

Em entrevista à GamesWirtschaft, maior publicação sobre games da Alemanha, Rummenigge deu mais detalhes. O CEO afirmou que a preferência é pelo Pro Evolution Soccer (PES), produzido pela Konami. A empresa japonesa é parceira dos bávaros, aliás:

A tendência é que o clube bávaro dispute a eFootball.Pro League – liga de futebol interclubes do PES. Outros clubes, porém, jogam tanto o game da Konami quanto o FIFA, da EA Sports. O Schalke 04, também da Alemanha, é um deles.

LEIA MAIS
Atleta austríaco do Eintracht Frankfurt perde jogo da seleção por conta de uma balada: “Cruzei uma fronteira”
Mesmo após vencer Irlanda do Norte, seleção da Alemanha segue lamentando derrota para a Holanda
Mercado da Bola: goleiro da Seleção Alemã e multicampeão pelo PSG é disputado por três clubes