Gols e atuações decisivas: Luciano celebra boa fase com camisa do Grêmio

Atacante gremista já acumula 20 gols no ano, mesmo número de Everton Cebolinha. Contrato vai até 2022

Vinícius Dominichelli
Colaborador do Torcedores

Crédito: DIVULGAÇÃO

Nem Luan, André, Felipe Vizeu e muito menos Diego Tardelli. O destaque do ataque do Grêmio na reta final do Campeonato Brasileiro tem sido Luciano, contratado sem muita badalação no meio do ano, mas que vem dando conta do recado.

Você conhece o canal do Torcedores no Youtube? Clique e se inscreva!
Siga o Torcedores também no Instagram

O atleta foi contratado após bom primeiro semestre no Fluminense, mas amargou o banco de reservas até a traumática eliminação para o Flamengo, nas semifinais da Copa Libertadores. Com sequência e confiança do técnico Renato Gaúcho, Luciano virou titular e foi peça fundamental na vitória de domingo por 3 a 0 sobre o São Paulo, anotando dois gols.

Para ter ideia do bom aproveitamento do atacante, o jogador chegou a 20 gols anotados em 50 jogos no ano. Foram 15 pelo Fluminense e cinco com a camisa do Grêmio. O desempenho é igual ao de Éverton Cebolinha no ano e muito superior ao de Diego Tardelli, contratação mais badalada do ano, que só balançou as redes sete vezes em 46 partidas.

Por conta de sua boa fase, contrato longo (até 2022) e desempenho irregular dos concorrentes Tardelli (que deve sair do Grêmio), Luan, André e Felipe Vizeu, Luciano é nome certo no ataque gremista para o ano que vem. A não ser que uma proposta irrecusável chegue aos dirigentes nas próximas semanas.

“O Grêmio tem grandes jogadores. Cheguei há pouco tempo, graças a Deus minha adaptação foi rápida. Agora eu entrei no time. Ano que vem promete”, disse Luciano em entrevista coletiva após a goleada sobre o São Paulo.

Com a vitória, o Grêmio chegou aos 62 pontos e ocupa o quarto lugar na tabela. Matematicamente está classificado para a fase de grupos da Copa Libertadores do ano que vem.

LEIA MAIS

Balanço do ano, situação de Maicon e drama do Cruzeiro: o que Renato pensa após atingir o último objetivo de 2019
Madson diz que vive o “melhor momento da carreira”, mas espera definição do Grêmio sobre o futuro