Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Gabigol, Borja, Guerrero e mais: 20 jogadores que podem disputar sua última rodada do Brasileirão e deixar o país em 2020

Fim de semana está marcado pela rodada de encerramento do Brasileirão e com ela muitos jogadores podem dar adeus aos torcedores

Willian Almeida
Jornalista formado pela Universidade Metodista de São Paulo e editor de Hard News do Torcedores.com.

Crédito: Divulgação / CBF

O Brasileirão acaba neste domingo (08) e os clubes já trabalham no planejamento para a temporada de 2020 pensando em contratações e mudanças nos elencos, algumas delas contra vontade de dirigentes e principalmente de torcedores apaixonados.

O Torcedores preparou uma lista de jogadores que podem se despedir do Brasileirão neste fim de semana rumo a outros campeonatos nacionais

Você conhece o canal do Torcedores no Youtube? Clique e se inscreva!
Siga o Torcedores também no Instagram

Veja a lista completa:

Antony (São Paulo)

Principal revelação do São Paulo em 2019, o atacante é alvo de clubes alemães e apesar de ter contrato até setembro de 2023 com o tricolor, pode sair nas próximas semanas.

Caio Henrique (Fluminense)

Emprestado pelo Atlético de Madrid ao Fluminense até dezembro, o meia improvisado como lateral-esquerdo foi um dos destaques do Brasileirão na posição e apesar de não esconder o desejo de permanecer, não tem futuro garantido nas Laranjeiras.

Deyverson (Palmeiras)

De longe um dos jogadores mais criticados por torcedores do Palmeiras, o atacante não deve defender o alviverde em 2020. O contrato do camisa 16 com o campeão brasileiro de 2018 se encerra em junho de 2022.

Dodô (Cruzeiro)

Um dos principais laterais do ano passado com a camisa do Santos, Dodô foi contratado pelo Cruzeiro por empréstimo junto a Sampdoria, da Itália, até dezembro com uma cláusula de compra pelo clube mineiro. Contudo, a Raposa atravessa uma grave crise financeira e política e pode rever seus investimentos em caso de rebaixamento.

Everton (Grêmio)

Jogador com maior holofote do Grêmio, Everton foi destaque da seleção brasileira campeã da Copa América e é frequentemente especulado em clubes europeus. O último a se interessar pelo atacante é o Everton, da Inglaterra, time dos também brasileiros Richarlison e Bernard.

Gabigol (Flamengo)

Grande artilheiro do Brasileirão em 2019, o atacante está emprestado ao Flamengo pela Internazionale até dezembro e a negociação para permanência de Gabigol pode custar mais de R$ 100 milhões. Sem espaço no próprio clube italiano, Gabriel Barbosa já revelou a vontade de jogar na Inglaterra.

Gilberto (Fluminense)

Emprestado pela Fiorentina ao Fluminense até dezembro, o lateral-direito não deve permanecer no tricolor carioca no ano que vem. Em tom de despedida, o atleta já agradeceu o clube e os torcedores e confirmou que ainda não existe negociação para uma renovação.

Gustavo Henrique (Santos)

Cria da base santista, o zagueiro fica livre no mercado em janeiro de 2020 e já recebeu sondagens de clubes do Velho Continente. O futebol português deve ser o caminho de Gustavo Henrique assim que o Campeonato Brasileiro acabar.

Jorge (Santos)

Um dos melhores laterais do Brasil em 2019, Jorge não deve permanecer no Santos. Emprestado pelo Monaco-FRA até o fim da temporada, o defensor dificilmente segue na Vila Belmiro, uma vez que o alvinegro praiano deverá pagar cerca de R$ 46 milhões para segurar o atleta.

Junior Urso (Corinthians)

O volante pode dar adeus ao Corinthians apenas após uma temporada com a camisa alvinegra. Segundo o GloboEsporte, Urso já negocia a saída do clube por atrasos nos pagamentos de luvas. O atual camisa 11 do campeão paulista deve retornar ao futebol chinês, mesmo centro que estava antes de acertar com o Timão.

Liziero (São Paulo)

Mais uma grande promessa das bases do São Paulo, Liziero é observado e sondado com frequência por clubes europeus. O volante é uma das maiores apostas para “salvar” as finanças do tricolor. Com contrato até abril de 2023, o jovem de 21 anos já foi observado pelo Barcelona neste ano, segundo o GloboEsporte.com.

Lucas Veríssimo (Santos)

Zagueiro com contrato até junho de 2022 com o Santos, Lucas Veríssimo já foi alvo de clubes europeus nas últimas temporadas e pode ser vendido para facilitar um melhor fluxo de caixa do alvinegro praiano.

Miguel Borja (Palmeiras)

Contratação mais cara da história do Palmeiras, o atacante defende o alviverde desde 2017 e em nenhum momento foi unanimidade entre os torcedores. O campeão brasileiro do ano passado vai passar por uma reformulação no elenco e Borja é um dos candidatos a deixar o clube no ano que vem.

Nico López (Internacional)

O atacante está muito próximo de reforçar o Tigres-MEX no ano que vem. A negociação gira em torno de 10 milhões de dólares e o uruguaio sequer entrará em campo no último jogo do Internacional em 2019.

Orejuela (Cruzeiro)

Contratado por empréstimo no início do ano junto ao Ajax-HOL até dezembro, o lateral-direito já foi informado pela diretoria celeste que terá os direitos federativos comprados para permanência no clube, porém, o pagamento de quase R$ 7 milhões ainda não foi feito e Orejuela pode retornar ao futebol europeu caso o Cruzeiro não confirme a compra até o fim do ano.

Paolo Guerrero (Internacional)

Principal atacante do Internacional, Guerrero tem contrato com o Colorado até abril de 2022, mas o peruano interessa ao Boca Juniors para a próxima temporada e pode deixar o Brasil no fim do ano para defender o clube xeneize.

Pedro Rocha (Cruzeiro)

Contratado por empréstimo junto ao Spartak-RUS até o fim do ano, o atacante perdeu jogos por lesão e as crises política e financeira do clube mineiro devem impedir a permanência de Pedro Rocha, que por enquanto voltará ao seu clube na Rússia.

Rossi (Vasco)

Titular e peça fundamental no time de Vanderlei Luxemburgo, o atacante não deve seguir no futebol brasileiro em 2020. Emprestado até o fim do ano pelo Shenzhen, da China, Rossi só segue com a camisa do cruzmaltino se o Vasco comprá-lo.

Tiago Volpi (São Paulo)

Primeiro goleiro a se firmar na meta tricolor após a aposentadoria de Rogério Ceni, Tiago Volpi está emprestado ao São Paulo pelo Querétaro-MEX até o final do mês e o clube do Morumbi precisa pagar 5 milhões de dólares para permanecer com o camisa 23.

Walce (São Paulo)

Cria de Cotia, Walce é presença constante em convocações da seleção brasileira em categorias de base e é visto pela diretoria do São Paulo como uma boa opção para equalizar as finanças. Com contrato até 2022, o zagueiro – também atua como lateral e volante – pode deixar o tricolor em caso de propostas vantajosas.

Cartão de crédito sem anuidade? Abra sua conta Meu BMG agora!

LEIA MAIS:
Brasileirão 2019: Saiba onde assistir aos jogos da última rodada
Neymar discute com adversário após jogo do PSG e dispara: ‘Vai se f….’