Com contrato encerrando, Yuri está de saída do Botafogo

Yuri é cria das divisões de base do Alvinegro

Wilson Pimentel
Colaborador do Torcedores.com.

Crédito: Foto: Vitor Silva /Botafogo

Fora dos planos de Alberto Valentim, o lateral esquerdo Yuri será liberado pelo Botafogo. Com contrato encerrando no final deste mês, o jogador já foi comunicado de que não terá seu vínculo renovado. Com isso, ele procura outro clube para atuar. O atleta tem ofertas de equipes da Série B do Campeonato Brasileiro.

Promovido aos profissionais do Botafogo em 2016, Yuri chegou ao time principal com as credenciais de solução para a lateral esquerda alvinegra. Mas nunca conseguiu se firmar no time. Recentemente, o jogador recebeu sondagens de equipes da segunda divisão da China e Japão, mas as negociações não foram adiante.

Embora tenha surgido como promessa, o lateral não rendeu o que se esperava dentro de campo. Por isso, foi emprestado para quatro clubes: Gonçalense-RJ, Criciúma, Santa Cruz, além do Figueirense. Ao todo, Yuri disputou apenas 20 jogos no Botafogo.

Quem chega e quem sai dos clubes?

 

Siga o Torcedores também no Instagram

Botafogo tenta ser cirúrgico na restruturação do elenco para 2020

O Torcedores.com apurou que a diretoria do Botafogo está tendo muito cuidado com a reformulação do elenco para a próxima temporada. O clube trabalha com cautela e até o momento não anunciou a chegada de reforços. Algumas conversas entre Carlos Augusto Montenegro e Alberto Valentim já aconteceram em General Severiano. A lista de dispensas deve aumentar até o final do ano. Os nomes são mantidos em sigilo, mas outros jogadores devem seguir o caminho de Yuri, Leo Valencia, Rodrigo Pimpão, entre outros.

Alberto Valentim vai promover alguns talentos da base. E também pediu uns nomes para reforçar o Botafogo. A estratégia, entretanto, vai mudar para 2020. Nada de “apadrinhamento” e diversos atletas para o elenco. Quem chegar terá de ter condições de jogar como titular ou brigar diretamente pela vaga.

Você conhece o canal do Torcedores no Youtube? Clique e se inscreva!

Carlos Augusto Montenegro já tem alguns nomes na lista. Mas, por enquanto, o dirigente concentra suas atenções nas saídas de alguns jogadores para abrir espaço na folha salarial alvinegra. O dirigente quer evitar que algumas decisões tomadas neste ano sejam repetidas na próxima temporada, principalmente nas contratações de Alessandro Scheppa, Gustavo Ferrareis, além de Kieza.

As saídas de Erik para o Yokohama Marinos, do Japão e de Leandro Carvalho para o Ceará foram motivos de forte cobrança em cima de Anderson Barros, que exerceu o cargo de executivo de futebol do Botafogo até o início de dezembro deste ano.

Enquanto não enxuga a folha salarial, a diretoria alvinegra não sabe se terá condições de anunciar alguma contratação antes da virada do ano, pois, fora da Copa Sul-Americana, o Glorioso terá menos receitas em 2020.

LEIA MAIS:

Futebol: João Paulo tem proposta do Besiktas e não deve ficar no Botafogo

Futebol: Botafogo negocia rescisão de contrato de Leo Valencia; jogador é cotado na Universidad de Chile 

Futebol: Atlético-MG solicita retorno de Gabriel; Botafogo tenta manter zagueiro