Com proposta do exterior, Victor Rangel negocia rescisão com o Botafogo

Victor Rangel não está nos planos do clube para 2020

Wilson Pimentel
Colaborador do Torcedores.com.

Crédito: Foto: Vitor Silva/ Botafogo

A passagem de Víctor Rangel está perto de acabar no Botafogo. Após receber uma proposta do exterior, o jogador de 29 anos negocia rescisão contratual com a diretoria. Com isso, o atacante está perto de encerrar um período de cinco meses e poucas chances com a camisa alvinegra.

Conheça a 1xBet:

Um novo jeito de fazer sua aposta esportiva!

O Torcedores.com apurou que Victor Rangel tem proposta dos Emirados Árabes. O nome do clube ainda é mantido em sigilo. O vínculo do jogador com o Glorioso vai até abril de 2020. Por tanto, Victor Rangel está liberado para assinar um pré-contrato com qualquer equipe. 

Você conhece o canal do Torcedores no YouTube? Clique e se inscreva!

Recentemente, dois clubes brasileiros manifestaram interesse em contratar o atleta. O Coritiba e o Sport, fizeram uma consulta ao representante do atacante, mas nenhuma oferta foi oficializada. Porém, no momento, Victor Rangel dá prioridade para uma transferência para fora do país.

O empresário Sandro Zardo vai se reunir na próxima semana com Carlos Augusto Montenegro, membro do conselho gestor do futebol do Botafogo, para definir o desligamento do jogador. Porém, o clube precisa acertar algumas pendências financeiras com Victor Rangel. O clube da Estrela Solitária lhe deve salários e direitos de imagem.

Siga o Torcedores também no Instagram

Montenegro, no entanto, deseja alinhar a saída de Victor Rangel sem “traumas” para o jogador e principalmente para o clube. Por isso, o dirigente não irá dificultar a saída do atacante em meio ao processo de reformulação do elenco alvinegro para 2020.

Victor Rangel teve passagem apagada pelo Botafogo em 2019

Contratado em agosto para reforçar o ataque, Victor Rangel atuou pouco pelo Botafogo. Após chegar com fama de artilheiro, ele foi titular em seis das 14 partidas que disputou com a camisa alvinegra. Nesse ínterim, passou em branco em todos os jogos e não correspondeu às expectativas da diretoria.

Antes de chegar no Botafogo, ele defendeu o CRB onde fez seis gols em 21 perdidas. Antes, porém, o atacante acumulou experiência atuando em 15 clubes. Grêmio, América-MG, Bahia, Ceará e Ponte Preta são os times mais conhecidos que defendeu ao longo da carreira. 

LEIA MAIS: 

Futebol: Rickson é emprestado pelo Botafogo ao América-MG

Futebol: Negociação avança e R$ 80 mil separam Felipe Vizeu do Botafogo

Futebol: Marcelo Benevenuto recebe sondagens e pode deixar o Botafogo para 2020