Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Como foi o ano da seleção brasileira masculina de vôlei

Títulos, eliminações e vaga em Tokyo 2020

Eduardo Statuti
Estudante de jornalismo na Universidade Federal de São João del-Rei. No Torcedores desde 2019.

Crédito: Divulgação/ FIVB

Apesar da queda precoce na Liga das Nações e no Pan-Americano, o Brasil conseguiu encerrar 2019 com saldo positivo. Sendo assim, a equipe de Renan Dal Zotto finalizou o ano da seleção com dois títulos e vaga garantida nas Olimpíadas de Tokyo 2020.

Você conhece o canal do Torcedores no YouTube? Clique e se inscreva! 

Siga o Torcedores também no Instagram

Liga das Nações

A equipe de Renan Dal Zotto começou o ano a todo vapor, e encerrou a primeira fase da competição na liderança, com apenas uma derrota. O Brasil venceu 14 dos 15 jogos da fase inicial e empolgou a torcida. Aliás, um de seus maiores rivais, a seleção dos Estados Unidos, ficou apenas em sexto lugar, última colocação que dava vaga para a próxima fase.

Crédito ( KAMIL KRZACZYNSKI / AFP )

Na fase final, o desempenho brasileiro caiu um pouco. Apesar de ganhar os dois jogos, ambos foram vencidos no tie break. Com estes resultados, a equipe de Dal Zotto ficou em segundo lugar no grupo, e encarou os Estados Unidos na semifinal. Apesar da campanha inesperada na primeira fase, os estadunidenses venceram o Brasil. Contudo, o jogo foi bem disputado, vencido por 3 sets a 2( 25/21; 17/25; 21/25; 25/20 e 15/9).

Inesperadamente, o Brasil decepcionou na disputa pelo terceiro lugar. Os brasileiros foram arrasados pela Polônia no primeiro set, e não conseguiram se recuperar. Sendo assim, o Brasil perdeu para os poloneses por 3 sets a 0 (17/25;23/25;21/25). Contudo, a Liga das Nações foi vencida pela Rússia, que venceu os Estados Unidos por 3 sets a 1 na final.

Pré Olímpico

Na competição mais importante do ano, o Brasil não decepcionou. A equipe venceu seus três jogos na competição . Com o desempenho, a seleção brasileira conquistou sua vaga para as Olimpíadas de Tokyo 2020. Após vencer Porto Rico e Egito por 3 sets a 0, o Brasil foi para a última rodada tendo que vencer a Bulgária para garantir a classificação.

Crédito ( Divulgação/ FIVB )

Na partida contra os búlgaros, se destacou a figura do cubano Yoandy Leal. O ponteiro foi fundamental na vitória decidida no tie break. Com a vitória por 3 sets a 2 ( 32/25; 19/25; 32/30; 25/16; 15/11), a equipe de Dal Zotto garantiu a primeira colocação e sua vaga para as Olimpíadas. Sendo assim, o Brasil irá em busca do segundo ouro seguido na competição.

Pan-Americano

A seleção brasileira não alcançou um resultado muito satisfatório na competição. Apesar disso, se destacou na primeira fase, e encerrou em primeiro lugar e invicto a etapa inicial. Entretanto, o Brasil perdeu por 3 sets a 0 ( 25/16; 25/22 e 25/21 ) na semifinal contra Cuba.

Créditos (Wander Roberto/COB)

Entretanto, os brasileiros deixaram a competição com gostinho de vitória. Apesar da queda nas semifinais, o Brasil conseguiu vencer o Chile na disputa pelo terceiro lugar. Sendo assim, a seleção brasileira passeou no primeiro set. Dessa forma, os chilenos foram derrotados por 3 sets a 0 ( 25/12; 25/19 e 25/21 ).

Sul-Americano

A competição foi a que o Brasil mais se impôs em 2019. Sendo assim, os brasileiros encerraram a primeira fase invictos e na primeira colocação. Na semifinal, encontraram os chilenos novamente. Entretanto, a partida foi de novo um passeio. A equipe de Dal Zotto venceu por 3 sets a 0 outra vez e enfrentou a Argentina na final.

Crédito ( Divulgação/ FIVB )

Contra os hermanos, o Brasil ganhou apenas no tie break. Os brasileiros viraram a partida em jogo que teve um terceiro set emocionante. Sendo assim, os argentinos foram derrotados por 3 sets a 2 ( 24/26; 22/25; 31/29; 25/20 e 15/13 )

Copa do Mundo

Contra o mundo todo, o Brasil venceu, e com tranquilidade. O campeonato disputado em pontos corridos foi conquistado pelos brasileiros com uma rodada de antecedência e de maneira invicta. Sendo assim, na décima rodada, a vitória contra o Japão deu o título à seleção brasileira.

Crédito ( Divulgação/ FIVB )

A Seleção da sede das Olimpíadas de 2020 não trouxe muitas dificuldades para os brasileiros. Apesar de vencerem o primeiro set, os japoneses não foram páreos pra a equipe de Del Zotto. Sendo assim, o Brasil venceu o Japão por 3 sets a 1 (25/27; 24/26; 25/14 e 27/25 ) e se sagrou campeão da Copa do Mundo de vôlei.

LEIA MAIS:

Superliga feminina: confira os resultados da 9ª rodada

Apan Blumenau x Sesi-SP: veja os melhores momentos da Superliga